Tag Archives: apetite

Falta de apetite?

Fazer uma refeição saborosa é importante para que os cães recebam os nutrientes necessários para manter o corpo saudável. No entanto, apesar dos benefícios, muitos donos reclamam que, frequentemente, veem os potes de comida de seus cachorros cheios de ração. Eles se queixam de que os pets parecem não ter apetite e que não sabem o que fazer para resolver a situação.

Falta de apetite nos cães pode ser causada por virosesInicialmente, é preciso levar o cãozinho para uma consulta veterinária e, assim, entender o que está causando o problema. “A falta de apetite nos animais deve sempre ser investigada. Pode ocorrer por causa de estresse, mas na maioria das vezes, está associada a algumas patologias”, diz a veterinária Clarissa Galvão.

Doenças virais, como cinomose, coronavirose e parvovirose, estão entre as principais patologias capazes de tirar o apetite do cão. Mas, existem ainda outros problemas de saúde que provocam o mesmo efeito, como doenças hepáticas, doenças gástricas, intoxicações alimentares e até algo mais simples como a dor de dente.

Os cachorros não devem ser forçados a comer

No entanto, se nenhuma doença for detectada e não houver perda de peso, sua melhor opção é colocar a ração no pote e deixar o cachorro se alimentar quando estiver com fome. Forçar o cão a comer não adianta, já que eles só comem quando têm vontade. Esta atitude, aliás, pode prejudicar a alimentação do seu pet, facilitando o desenvolvimento da obesidade.

Deixar a hora da refeição mais divertida, fazendo com que o cãozinho se esforce para ganhar a ração por meio de brincadeiras, é uma possível solução para o problema, uma vez que batalhar pela comida está em sua genética. “Existem estimulantes de apetite, maneiras de tornar o alimento mais palatável e, em último caso, a indicação é a colocação de sondas de alimentação”, completa Clarissa.

Dra. Clarissa Galvão é médica veterinária, especialista em Clínica Geral e Nutrologia e atende no Rio de Janeiro. CRMV-RJ: 9996

*As informações apresentadas no artigo foram desenvolvidas com base nas respostas fornecidas pela veterinária Clarissa Galvão à redação. Caso seu cão apresente qualquer sintoma ou comportamento incomum, procure um veterinário.