Sobre a Raça

10371689_10152571197888534_1824927929516891923_n

Os cachorros da raça Bulldog Inglês (English Bulldog) têm uma personalidade muito forte, caracterizada pelo seu jeito independente, dócil e preguiçoso. Com um temperamento maravilhoso, este cão reune diversas qualidades, vamos conhecer o motivo porque a maioria das pessoas sonham em ter um bulldog inglês.

Quem não conhece um bulldog inglês, a primeira vista sente até medo, sua fisionomia pode parecer de um cão bravo, mas não esqueça: “as aparências enganam…” e nesse caso enganam muito, porque a última coisa que um bulldog é, é agressivo.

Esses cães são realmente extraordinários, de índole extremamente afetuosa, são fiéis, calmos e muito companheiros. Uma ótima opção para àqueles que buscam um animal de estimação para seus filhos ou para criar em espaços pequenos. A raça não é para quem procura um cachorro atleta ou cão de guarda, são animais que não resistem a longas caminhadas e temperaturas altas.

O bulldog inglês tem um padrão anatomico todo diferente, seu focinho curto dificulta sua respiração, consequentemente é um cão que fica cansado rápido. O seu programa favorito, com certeza, é ficar deitado em um sofá bem confortável, dormindo por um bom período do dia. Um ponto importante, também devido ao seu fucinho curto, são os barulhos e roncos que o bulldog faz, principalmente ao dormir, mas fora isso é um cão muito silencioso que praticamente não late.

Essa raça é muito popular, mas nem sempre acessível a todos, os preços geralmente são altos para se obter um bulldog. Um dos motivos que leva ao preço salgado é que a reprodução é difícil, são necessários vários cuidados durante o acasalamente e parto. Os machos têm dificuldade de cobrir a fêmea, e a fêmea tem difilculdade no parto normal devido ao desproporcional tamanho entre seu quadril e a cabeça dos filhotes.

Já faz mais de um século que a popularidade do bulldog vem crescendo. Sem nenhum traço de agressividade, é o cão ideal para se relacionar bem com toda a família. Adora brincadeiras e ficar junto aos donos, mas conforme vai ficando mais velho sua independência vai aumentando junto com sua teimosia. Muitas vezes não tem nenhum interesse em obedecer seu dono, optando por ficar quieto no seu canto, as vezes até de mau humor, chegando a ficar minutos de frente para a parede ( e de costas para o dono). Apesar do bulldog não obedecer sempre aos comandos, trata-se de uma raça muito higiênica e comportada. Uma vez que aprendeu onde devem ser feitas as suas necessidades e onde ele não deve mexer, pode ficar certo que ele cumprirá essas regras.

Aqui foi um breve resumo das principais caraterísticas da raça, mas teremos todo esse blog para entrar a fundo em cada um desses tópicos e muitos outros que também são importantes. Conto com a colaboração de vocês para que o blog possa ficar cada vez mais completo e interessante.

  • PADRÃO OFICIAL DA RAÇA (CBKC):

GRUPO 2: Padrão FCI 149 – 16/04/2004

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA – Filiada à Fédération Cynologique Internationale

Classificação F.C.I.:
Grupo 2 – Pinscher e Schnauzer, Molossóides, Boiadeiros e Montanheses Suíços e raças assemelhadas.
Seção 2 – Molossóides
2.1 – Tipo Mastife

——————

BULLDOG: Nomenclatura Cinófila utilizada neste padrãoPadrão FCI no 149 – 16 de abril de 2004.País de origem: Grã-Bretanha
Nome no país de origem: Bulldog
Utilização: Companhia – Sem prova de trabalho

Sergio Meira Lopes de Castro – Presidente da CBKC
Domingos Josué Cruz Setta – Presidente do Conselho Cinotécnico
Tradução: Suzanne Blum Impresso em: 22 de agosto de 2008.

1-
Trufa
11-
Ísquio
21-
Metacarpo
2-
Focinho
12-
Coxa
22-
Carpo
3-
Stop
13-
Perna
23-
Antebraço
4-
Crânio
14-
Jarrete
24-
Nível do esterno na cernelha
5-
Occipital
15-
Metatarso
25-
Braço
6-
Cernelha
16-
Patas
26-
Ponta do esterno
7-
Dorso
17-
Joelho
27-
Ponta do ombro
8-
Lombo
18-
Linha inferior
a-
Profundidade do peito
9-
Garupa
19-
Cotovelo
b-
Altura do cotovelo
10-
Raiz da cauda
20-
Linha do solo
a+b=
Altura do cão na cernelha

APARÊNCIA GERAL

pêlo macio; atarracado, de estatura bastante baixa, largo,
poderoso e compacto. Cabeça maciça, bastante larga em proporção ao tamanho.
Nenhuma parte deve estar em excesso em proporção a outras, a ponto de prejudicar a
simetria geral ou fazer com que o cão pareça deformado ou mesmo interferir em sua
movimentação. A face é curta; focinho largo, grosso e inclinado para cima. Cães
mostrando dificuldades respiratórias são altamente indesejáveis . Corpo curto,
bem ajustado, sem tendência à obesidade . Membros fortes, sólidos, bem musculosos
e em muito boa condição. Posterior alto e forte e de algum modo, mais leve em
comparação com o dianteiro pesado. Fêmeas não são tão grandes ou bem
desenvolvidas quanto os machos.

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO

o Bulldog dá uma impressão de determinação, de força e atividade. Alerta, valente, leal, seguro, corajoso, de aparência
feroz, mas dotado de uma índole afetuosa.

CABEÇA vista de perfil, parece muito alta e curta do occipital à trufa. A testa é
plana, com pele acima e ao redor da cabeça, solta e finamente enrugada, nem proeminente, nem pendente na face. A projeção dos ossos frontais é proeminente, larga, quadrada e alta. Do stop, um sulco largo e profundo se estende até o meio do crânio. A face frontal dos ossos zigomáticos até a trufa é curta com pele enrugada. A distância do canto interior do olho (ou do centro do stop entre os olhos) até a extrema ponta da trufa não deve exceder o comprimento da ponta da trufa à comissura labial.

REGIÃO CRANIANACrânio: largo em circunferência, medido (em frente das orelhas) deve ter aproximadamente o comprimento da altura do cão na cernelha. Visto de frente, aparenta ser muito alto do canto do maxilar inferior até o occipital; também muito largo e quadrado.Stop: profundo; largo entre os olhos.

REGIÃO FACIALVista de frente, as várias partes da face devem ser igualmente balanceadas de cada lado de uma linha imaginária descendo do centro.Trufa: nariz e narinas de bom tamanho, largas e pretas, jamais de cor fígado, vermelha ou marrom. A ponta da trufa é bem colocada para trás em direção aos olhos. Entre as narinas grandes, largas e abertas, com uma linha vertical bem definida.

Focinho: curto, largo, curvando-se para cima e muito profundo do canto do olho ao canto da boca. As rugas do focinho não devem interferir com suas linhas de inclinação. Lábios: grossos, largos, pendentes e muito profundos, cobrindo completamente as laterais da mandíbula e sem cobrir a frente. Na frente, os lábios se unem cobrindo inteiramente os dentes.

Maxilares / Dentes: maxilares largos, maciços e quadrados. A mandíbula se projeta consideravelmente para a frente do maxilar superior e curvando-se para cima. Maxilares largos e quadrados com 6 incisivos pequenos entre os caninos inseridos regularmente em uma linha reta. Caninos bem separados. Dentes grandes e fortes, nunca devem ser vistos com a boca fechada. Quando vista de frente, a mandíbula deve se juntar direta e paralelamente ao maxilar superior.

Bochechas: bem arredondadas e estendidas além de cada lado dos olhos. Olhos: vistos de frente, inseridos baixos no crânio, bem separados das orelhas. Olhos e stop numa mesma linha reta em um ângulo reto do sulco frontal. Bem separados, mas seus contornos externos ficam no interior das bochechas. Redondos, de tamanho moderado, nem inseridos profundamente nem proeminentes. De cor muito escura, quase preta, sem mostrar o branco quando olhando diretamente para a frente. Livre de óbvios problemas oculares.

Orelhas: inseridas altas; a borda anterior de cada orelha (vista de frente) se junta ao contorno do crânio no ângulo superior, de maneira que as orelhas fiquem bem separadas, mais altas e o mais distantes possível dos olhos. Pequenas e finas. Orelhas em rosa é correto, quer dizer, dobradas para dentro na sua parte posterior, a borda anterior superior se curva para o exterior e para trás, mostrando a parte interna do ouvido.

PESCOÇO

De comprimento moderado (mais para curto do que longo), muito grosso, profundo e forte. Bem arqueado atrás, com muita pele solta, grossa e enrugada na garganta, formando barbela de cada lado, da mandíbula até o peito.

TRONCO

Linha superior: ligeiramente caída para trás, atrás dos ombros (parte mais baixa), de onde a coluna vertebral se direciona para o lombo (ponto mais alto que o ponto dos ombros), descendo, de novo, bruscamente, até a cauda, formando um arco (chamado roach-back), característica típica da raça.

Dorso: curto, forte, largo nos ombros, comparativamente mais estreito no lombo.

Peito: largo, lateralmente redondo, proeminente e profundo. Costelas bem arqueadas para trás. Peito com boa capacidade, redondo e muito profundo do topo dos ombros até a parte mais baixa onde é bem junto ao peito. Bem descido entre as pernas dianteiras. Seu diâmetro é largo, redondo atrás dos membros dianteiros (não é plano), costelas bem redondas.

Ventre: esgalgado, não pendente.

CAUDA

inserida baixa, saliente e reta, depois inclinando para baixo. Redonda, lisa, sem franjas ou pêlos ásperos. De comprimento moderado, mais curta do que longa, espessa na raiz, afilando para a ponta. Portada baixa (não tem uma curva para cima, na ponta), nunca portada acima do dorso.

MEMBROS

Anteriores: robustos e fortes, bem desenvolvidos, bem separados, grossos, musculosos e retos. Apresentam um contorno arqueado, mas os ossos das pernas são fortes e retos, nem arqueados nem tortos; curtos em proporção às pernas posteriores, porém não tão curtos a ponto de o dorso parecer longo ou de prejudicar a atividade do cão e de incapacitá-lo.

Ombros: largos, oblíquos e profundos, muito poderosos e musculosos dando a aparência de serem unidos ao corpo. .

Cotovelos: longos e colocados bem longe das costelas.

Metacarpos: curtos, retos e fortes.

Posteriores: longos e musculosos, proporcionalmente mais longos do que os anteriores a fim de elevar o lombo. Perna longa e musculosa do lombo aos jarretes curtos, retos e fortes na parte de baixo.

Joelhos: redondos e virados ligeiramente para fora, longe do corpo.

Jarretes: ligeiramente angulados, bem descidos; os jarretes se unem assim um ao outro e as patas posteriores viram para fora.

Patas: retas e viradas ligeiramente para fora, de tamanho médio e moderadamente redondas. Patas posteriores redondas e compactas. Dedos compactos e grossos, bem separados, fazendo salientar as juntas que são altas.

MOVIMENTAÇÃO

Particularmente pesada e contraída, parecendo andar a passos curtos e rápidos, na ponta dos dedos. As patas posteriores não se elevam muito, parecendo raspar o chão. Quando o cão se movimenta rapidamente, um ou outro ombro avança.

PELAGEM

Pêlo: de textura fina, curto, fechado e liso (duro unicamente por ser curto e fechado, mas não de arame).

Cor: unicolor (de uma só cor com máscara preta ou focinho preto). Somente unicolor (que deve ser brilhante e puro); vermelho em suas diferentes tonalidades, fulvo, marrom claro, etc; branco e tigrado (combinação de branco com qualquer das cores precedentes). As cores fígado, preto e preto com marrom são altamente indesejáveis.

PESO

Machos: 25 kg.
Fêmeas: 23 kg.

FALTAS

Qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão.

É exigido aos juízes que sigam este padrão e leme em consideração as seguintes faltas:

• rugas no focinho muito elevadas ou cobrindo a trufa.

FALTAS ELIMINATÓRIAS

agressividade ou timidez excessiva;
cães monstrando dificuldade respiratória;
cauda não aparente.

NOTAS:

• os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.
• todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

Copyright ® CBKC – Departamento de Artes Gráficas
Copyright ® FCI
Reprodução total ou parcial proibida. Todos os direitos reservados

Clique no ícone abaixo para baixar a versão de impressão do Padrão Oficial da Raça (CBKC)

Fonte: CBKC – CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA


  • HISTÓRICO DA RAÇA:

O bulldog, que tem descendência dos antigos molossos do Tibet, era usado na Inglaterra nas lutas contra os romanos. Seu nome tem é consequência de que, por volta do século XVIII, usavam a raça no combate aos touros (Bull baitings).

O bull-baiting se espalhou rapidamente, sustentado também em parte, pela grande paixão dos ingleses em apostas. A moda chegou a tomar parte por todo continente europeu, ficando proibida em 1698 na Holanda, em 1834 na França, e um ano mais tarde também no Reino Unido.

Naquele tempo os bulldogs eram bem diferentes de agora, eram dotados de extremidades curtas (para que o touro tenha dificuldades em “chifrá-los”, arremessando-os para o alto), a cana nasal curta e com a ponta do nariz recuada em direção aos olhos (para facilitar a respiração durante a mordedura) e a presença de rugas no focinho (para que o sangue do touro escorra com fluência e não entre em seus olhos).

A criação de exemplares que obtiveram êxito em combate se converteu, rapidamente, em uma atividade muito rentável. Para se conseguir uma raça própria foi necessário um longo caminho, e mesmo querendo, ainda hoje, é impossível encontrar dois bulldogs totalmente iguais.

O nome apareceu pela primeira vez – em forma de documento histórico – em uma carta enviada de San Sebastian, por um tal Prest-wick Eaton, ao londrinense George Willingham. Na carta era solicitado o envio de um casal de exemplares de boa tipicidade para ser presenteado, isso por volta de 1631 ou 1632. Em épocas anteriores, se usavam outros nomes, tais como bondogge, boldogge e bandogge .

Contudo, aqueles primeiros bulldogs estiveram a ponto de extinguir-se rapidamente. Ao serem declarados ilegais os combates entre os animais, rapidamente não havia mais interesse por parte dos criadores em se manter a raça e os melhores acabaram nas mãos de poucos comerciantes.


Tentou-se utilizá-los como cães de guarda e defesa, porém, a agressividade típica dos bulldogs era muito grande, demasiadamente perigosos para esse fim. Por sorte, algum aficionado com seriedade, se ocupou em desenvolver a raça nos subúrbios de Londres, Birmingham, Sheffield y Nottingham.

O interesse por esses cães se recuperou pouco a pouco, até que nos dias 3 e 4 de dezembro de 1860, precisamente em Birmingham (apenas um ano depois da primeira exposição canina celebrada em Newcastle, reservada a cães de raça), os bulldogs fizeram sua primeira aparição num ringue de exposição.

Em 1863 foi inscrito o primeiro bulldog no Livro de Origens, e o nome dado foi muito marcante e significativo: Adão.

Um ano depois, em 1864, se criou o primeiro Clube da raça, Samuel Wichens, estudou e redigiu um estandarte (estander – bandeira) básico para a evolução da mesma. Depois de se obter a aprovação desse “estander” no Clube, foi publicado em 1865, com o pseudônimo de Philo-Kuon .

Ao longo de 10 anos de sua criação, aquela primeira associação deixou de existir, porém em 13 de abril se constituía o Bulldog Club Incorporated , clube que guarda a tutela da raça até hoje na Inglaterra.

Esta nova sociedade especializada se encarregou de revisar o “estander” elaborado por Wickens e ao publicar, tornou-o “oficial”. Esta versão do “estander” se manteve inalterado até 1909, ano em que sofreu modificações na sua forma e não no conteúdo. O “estander” atual está em vigor desde 1988 (sendo revisado novamente em 2004).

Durante este período a raça havia começado a difundir-se na Europa, onde encontrou uma aceitação crescente por parte do público e da crítica. Aumentava o interesse pela raça em determinados países, diminuindo em outros que antes, por diferentes motivos, tinha uma grande aceitação.


Durante um certo período, os criadores ingleses importaram de Aquitania – região que, desde os tempos remotos existiam os antepassados do atual dogo de Burdeaux, tal como descreve Marco Terencio Varrón em Rerum rusticarum – exemplares úteis para a melhora do bulldog inglês, não em vão, pois esses cães franceses eram muito apreciados por sua força e firmeza. Todavia o interesse desse país pelo bulldog foi diminuindo, igualmente pelos países da península ibérica, onde se conserva o primeiro documento conhecido que figura o nome do bulldog. Em contrapartida, a raça incrementava sua presença na Holanda, Alemanha e Suíça.

Na Itália, por exemplo, o bulldog aparece desde o início do século XX, na mesma época que na América, donde deram lugar à outra raça.

O bulldog americano está geneticamente um passo atrás na história do bulldog do ponto de vista morfológico. Por outro lado, representa um retorno à raça nos primórdios do século XIX.

Efetivamente, o bulldog inglês descende de exemplares bastante diferentes dos que atualmente representa a raça. Entre as cabeças de estirpe historicamente importantes de se destacar Crib y Rose , imortalizados por Abraham Cooper, um célebre desenho que data de 1817.

Estes exemplares, que então se consideravam ideais, tinham a cana nasal bastante larga do que se prevê no “standard” atual e eram muito mais altos. O bulldog americano, no que pese conservar as feições do inglês, é a reconstrução de um cão mais alto, mais funcional na sua movimentação e com menos complicações.


Convém recordar que os bulldogs ingleses, vez por outra, sofrem de monorquidia e criptorquidia (falta de testículo na bolsa escrotal), problemas cardíacos e respiratórios, dificuldades na monta (acasalamento) e nos partos. Os criadores contemporâneos estão cada vez mais trabalhando para eliminar as doenças que se transmitem de geração em geração, buscando um tipo muito especial, mas não é um trabalho fácil e nem pode ser realizado em curto prazo.

Ao longo da história da criação dos bulldogs, a raça tem sido vítima, em várias ocasiões das decisões do homem. Isso ocorreu quando selecionaram os exemplares mais ferozes com vista a resultados nos combates, e também quando se exagerou sua morfologia para convertê-los em autênticos show-dogs (cães espetáculos), por conseqüência, houve o perigo de provocar o desaparecimento da raça. O cão foi modificado até o ponto de ser proposto a remodelação do bull-baiting, com seu fim, fazendo o bulldog recuperar as características de cão normal.

Este é o caminho – sem derramamento de sangue nas arenas – que está se perseguindo hoje em dia. Em muitos criatórios se valorizam as fêmeas que dão à luz filhotes sem cesárea, e reprodutores que cobrem as fêmeas naturalmente, sem dificuldades e que não sofrem e não transmitem patologias cardiovasculares.

Para finalizar, não podemos deixar de mencionar a influência que a história tem exercido no caráter da raça.

Se atualmente o bulldog é adorável e incomparável companheiro de jogos das crianças, não se pode duvidar que nos primeiros textos do “estander” o redator recomendava que os cães crescessem em restrito contato com os homens, dando-lhes cuidado e atenção, com o objetivo de quando adultos, experimentarem os arranques de frieza que havia feito deles tão impopulares em seu país de origem, até o ponto de estarem a um passo da extinção, uma vez declarados ilegais nos combates e com a conseguinte diminuição de sua criação.

Por felicidade, hoje em dia temos um cão de estética excepcional e de caráter estável e confiável.

Contudo não devemos esquecer que pelo sangue do bulldog do ano 2000 corre a recordação das lutas de seus antepassados, e, portanto, estes cães devem ser tratados com respeito que se tem por um boxer, um dogo ou um mastim napolitano, sem cair no erro de confundí-lo com um precioso cão de pelúcia.

Ver uma ninhada de filhotes completamente enrugada faz desaparecer qualquer temor que havia por eles.

Não existe nenhum outro cão como o bulldog.

A maior parte do texto foi extraído do livro:

Cães de Raça – O Bulldog Autor: Fábio C. Fioravanzi

Quer saber mais? Clique aqui.

164 Respostas

  1. Olá, estou c uma dúvida, pelo padrão como seria a cauda correta, com o rabinho enrolado, ela curtinha, mas solta ou ambos estão corretas? Obrigada!

    Curtir

  2. Olá Tatiana, segundo o documento do padrão da raça registrado no kennel club, a cauda deve ser da seguinte forma:
    CAUDA: inserida baixa, saliente e reta, depois inclinando para baixo. Redonda, lisa, sem franjas ou pêlos ásperos. De comprimento moderado, mais curta do que longa, espessa na raiz, afilando para a ponta. Portada baixa (não tem uma curva para cima, na ponta), nunca portada acima do dorso
    Att.
    Dra Viviane Dubal

    Curtir

  3. poxa obrigada!!! mas tenho outra dúvida!! rsrsrs como estou em fase de negociação, vi uma filhote q eu amei, toda branca! mas nas fotos percebi q ela estava c a cherry eye, a criadora me disse q a dela já foi removida e q ela está ótima, mas aí, fui pesquisar no google e o q mais me preocupou foi q encontrei relatos q ela pode ser genética, ou seja na hora em q eu for conversar com o criador é interessante perguntar sobre a cherry eye?

    Curtir

  4. Tatiana,
    Enquanto a Dra. Viviane não dá o seu parecer segue um link que pode te ajudar:

    http://bullblogingles.com/2008/07/21/problema-no-olho-olho-de-cereja/

    Curtir

  5. Eu pesquisei mto sobre o olho de cereja, mas agora minha preocupação é se isso pode ser genético ou não. Nas pesquisas, uns dizem q sim, é genético, outros dizem q até o stress pode acarretar o problema! No mais, caso isso acanteça c minha futura bull sei q é tranquilo de resolver, mas como fiquei receosa, cancelei a visita ao canil e estou procurando outro.

    Curtir

  6. Olá Tatiana. O cherry eye (olho cereja) consiste no prolapso da glândula da terceira pálpebra, isto ocorre pela maior fraqueza do ligamento que fixa a glândula ao local certo. Algumas raças tem esse ligamento mais frouxo que o normal, sendo assim, é mais fácil a ocorrência do cherry eye. Essas raças predispostas incluem os bulldogs, cockers, shih tzus entre outros. Se tem estudos científicos que comprovam a predisposição destas raças a apresentarem pela fraqueza ligamentar (então seria genético em relação à facilidade da raça em apresentar o prolapso), mas nunca tive acesso a um estudo científico sobre a hereditariedade quanto as familias de bulldogs. O tratamento deste problema se faz com a ressecção da glândula ou com o seu reposicionamento no local (muitas vezes ocorre o prolapso novamente quando é reposicionada). Já tratei vários cães das mais diversas rças com o problema, mas nunca observei fator genetico familiar que favorecesse. E muitos canis excelentes seus cães eventualmente apresentam o problema. Vou verificar neste último congresso (neste final de semana) alguma publicação nova sobre o cherry eye. Quando tiver uma informação nova e segura entro em contato com vc.
    Att.
    Boa sorte na escolha seu filhote.
    Dra Viviane Dubal

    Curtir

    • O tema é interessante e recentemente em palestra com o renomado criador Kevin Davis (Mystyle Bulldogs – UK) o mesmo declarou ser o estress o fator responsável. Eu já tenho uma opinião diversa, pois pude observar que o fator genético é o grande responsável, ou seja, pai ou mãe que apresentaram o problema terão uma probabilidade maior de produzirem filhotes com essa enfemidade. Já ninhadas de pais sem histórico de olho de cereja o percentual de filhotes com o problema é muitas vezes zero.

      Curtir

  7. poxa, obrigada!!! de qq maneira, é bom n arriscar!!!

    Curtir

  8. Adquiri um bullzinho de 4 meses ,na minha cidade não tem a ração para filhotes da royal canin,então gostaria de saber ,qual poderia substítui por uma da purina que tiver todos os ingredientes que nossos amados bullzinhos precisam para crescer lindos e saudaveis.

    Curtir

    • Por favor, leia o post Rações. Com certeza vc descobrirá uma ração boa para dar para o seu filhote. Att, Bullblog

      Curtir

    • Sylvia o ideal é sempre uma ração super premium. Além da royal é possivel encontrar a proplan, eukanuba, premier e hills, todas na linha s. premium.

      Curtir

      • olá boa tarde, tenho um bulldog de 6 meses completos e alem dela soltar muitos pelos pelo apartamento todo, estou com muita dificuldade para ela aprender a fazer suas necessidades no local indicado que eu escolhi, ela faz errada ai levo sempre pro lugar certo, mais sempre acaba fazendo errado de novo, alguem tem uma dica?? obrigado

        Curtir

  9. Olá. Boa Tarde!
    Ganhei uma Bulldog adulta, e quero saber qual a quantidade real de ração ela pode comer por dia, para não ficar obesa.

    Curtir

    • Oi,
      Sabe aqueles copos medidores de comida (arroz, farinha,etc)?
      Eu dou dois copos desses por dia, 1 de manhã e outro a noite.
      Na dúvida leve ao vet p/ ver se ela não está acima do peso.
      Boa sorte!

      Curtir

  10. Gostaria de saber se existe um padrão de tamanho de mandibula aos 3 ou 4 meses que determina se será um bull com os dentes expostos ou não?

    Curtir

    • Não, isso somente a experiência do criador qto a linha de sangue com a qual trabalha. É claro que o ideal é o filhote manter, durante todo o período de crescimento, os dentes escondidos, mas muitas vezes, dependendo da linha de sangue, a mandibula poderá sofrer grandes mudanças com o crescimento da cabeça.

      Curtir

  11. Olá,

    Compramos uma bulldog femea em um bom canil, que é membro da Abrabull. Mas desde que ela chegou não temos mais sossego!!! Ela morde demais os meus filhos. As cças não podem nem fazer um carinho.Eles simplesmente não podem ficar perto dela. Me disseram que essa raça gosta de cças, mas isso não está acontecendo aqui em casa. Me ajudem !!! Essa raça costuma ter algum tipo de desvio de comportamento ? Ela tem quase 3 meses, é o caso de chamar um adestrador ?

    Obrigada, Mariana.

    Curtir

  12. Mariana, os filhotes passam por uma fase na qual mordem muito (moveis, sapatos, brinquedos), geralmente se prolonga até 5-6 meses de idade. Se estivessem ainda na ninhada estariam mordendo seus irmãos e, bem provavelmente, recebendo uma mordida de volta. Sua filhota provavelmente está tratando como se vcs fossem a nova matilha dela, então está tentando estabelecer uma certa dominancia. Aconselho vc a conversar com um adestrador que lhe dará uma boa orientação de como proceder adequadamente, avaliará sua bull e decidirá o que é melhor. E, realmente, os bulldogs são conhecidos por adorarem crianças e trata-las muito bem com carinho e respeito.
    Boa sorte e felicidades a vcs.
    Dra Viviane Dubal.

    Curtir

    • O ideal é que o proprietário tenha a informação correta sobre qual postura adotar, pois as mordidas na verdade são um teste por parte do filhote e se o comportamento for aceito de forma passiva, o problema poderá se tornar maior com o crescimento do cão.

      Curtir

  13. Muito obrigada mesmo, dra Viviane. Meu marido estava preocupado sobre o comportamento dela com as cças. Estou bem mais aliviada. Mas já contactei um adestrador que virá fazer uma visita. Este blog é mesmo o máximo !!!

    Abraços,
    Mariana

    Curtir

  14. Eu tenho um bulldog muito fofo ,tem 8 meses e está comigo desde os 2meses mas tenho algumas dúvidas:
    Por favor, gostaria que vocês me orientassem o peso certo para um bulldog inglês com 8 meses, e se cair muitos pelos é normal?
    E até com que idade eles gostam de comer sofá ,chinelos .etc.?
    Ele não tem falhas na pelagem mas cai muito o pêlo dele, e ele toma vitaminas para pêlo e só come ração da royal canine filhote.

    obrigada
    Fatima

    Curtir

    • Olá Fátima,

      Pela minha experiência, no caso de machos: os meus com essa idade pesavam entre 21 e 23 kgs; a fêmea: pesava 20 kg.
      Percebo que a mania por morder as coisas está bastante predominante até dez meses, depois dá uma diminuída, mas mesmo assim, não pode bobear com as coisas.
      Eles sempre tem a mania de mastigar algo. Para isso, eduque, substituindo objetos da casa por brinquedos, no momento de perceber a ato falho.
      Eu gosto de dar ossos de couro ou canela bovina, limpa, fervida, sem tutano e articulação (cabeça do osso). Eles adoram.
      Quanto aos pêlos, eu uso diariamente o Pêlo & Derme da Vetnil na minha cadela, ela tem uma queda de pêlos acentuada, dou um por dia, e ela tem um pêlo maravilhoso.
      Os cães comem Royal Canin Medium Jr e mesmo assim acontece de cair pêlos.

      Espero ter ajudado,
      Abs,
      Leonardo

      Curtir

    • Minha bull tem 16 kg e faz 8 meses amanhã.

      Curtir

  15. Gostaria de saber qual a altura desejada nos BIs?
    Att,
    Paola

    Curtir

  16. Essa é uma dúvida que tenho também… Qual a média de altura padrão da raça.
    Já procurei em diversos lugares. Alguns dizem que o padrão da raça não informa, em outros lugares já li que é de 25 a 30 cm de cernelha, outros que é de 30 a 41 cm de cernelha.
    Não sei… só sei que o meu tem 39 cm de cernelha e um adestrador falou que ele é alto demais para a raça porém, já vi muitos outros bulldogs inglês mais altos que o meu…
    Se alguém souber informar, seria ótimo.
    Abraços

    Curtir

  17. Olá, vi um bulldog inglês e me apaixonei, gostaria de saber se é possivel criá-lo em apartamento…
    Também se seus pelos caem muito, já que meu namorado tem alegia.
    Minha dúvida é também quanto ao custo de mantê-lo… se é muito alto.

    Quero tirar essas dúvidas para não me precipitar, andei pesquisando cachorros de porte pequeno também, mas realmente me apaixonei por sua carinha e jeito dócil.
    Obrigada pela atenção, desde já.

    Curtir

    • Oi Júlia,

      O bulldog se adapta muito bem sim a apartamento. Costuma ser calmo e latir pouco mas, não esqueça que os filhotes tem mais energia (principalmente os machos) e, quando filhotes precisam de mais exercícios para gastarem essa energia.

      Não vou dizer que o bulldog não solta pelo, pq solta sim (todos os cães de pelo curto perdem mais pelos do que os de pelo longo) e, na época de muda de pelo (outono e primavera), o chão fica cheinho de pelos. Eu chegava a varrer duas vezes por dia e o chão ainda ficava cheinho deles.

      Por ser uma raça mais sensivel, com propenções a doenças de pele, de coração e respiratórias, é muito importante dar uma ração de qualidade. Você irá gastar em média um saco de 15Kg por mês. Somando isso aos cuidados com banho, veterinário, vacinas, vermífugos, remédio para prevenção de pulgas e outras eventualidades…. Eu gasto em média por mês uns R$300,00.

      Realmente é uma raça apaixonante e eu não trocaria o meu bull por nada no mundo! Mas, requer alguns cuidados a mais que a maioria das outras raças e tem um custo significativamente alto de manutenção. Inclusive esse é um dos motivos pelo qual os filhotes são caros.

      Espero ter te ajudado…
      Abraços

      Curtir

    • ola Julia eu crio Bulldog ingles,e vc pode com certeza criar em apartamento,pois é um cão que não nescecita de muito espaço,pois são bem sedentarios,mais precisa ser exercitado sempre,caminhadas curtas e em horarios sem sol e sem muito calor é ideal,sempre hidratando,e os pelos só caem se vc nao cuidar pois os meus nunca caem,faço banhos especiais em tirar todo pelo orto ai ele fica de boa ate o proximo banho sem soltar pelos,e o custo de criar um bull é de alto custo sim,se vc quer um animal saudavel sem doenças de pele e outras doenças,é muito caro,mais vale a pena e um filhote de qualidade igual aos meus hj custa bem caro mais vale a pena.

      Curtir

  18. Quanto tempo de gestaçào de uma bulldog?

    Curtir

  19. ola… estou querendo muito um Bulldog Inglês, mas moro em apartamento, tem algum problema?
    é verdade que eles babam muito sem pararar?
    aguardo ….

    Curtir

    • Oi Luiz,

      Olha, eu moro em apartamento e é exelente! Os bulls costumam ser calmos e não latirem muito, por isso são bastante indicados para apartamento.

      O meu é um pouco hiperativo, mas nada que incomode os vizinhos. Agora mesmo eu estava conversando com a minha vizinha e ela disse que nem parece que tem cachorro no meu apartamento.
      A única coisa é que vc terá que sair para passear com ele pelo mesnos umas 4 vezes por semana (o ideal é diariamente).

      Quanto a babarem, babam sim, mas não é sem parar. Costumam babar mais em dias quentes ou quando fazem exercício. No resto do dia é quase que imperceptivel.

      Agora, se prepare para possível destruição dos móveis, pois alguns filhotes roem tudo o que veem pela frente. Mas nada que uma boa educação não dê jeito. O meu bull já está com 9 meses e nunca roeu móvel algum. Já os irmãos dele, quase destruiram a casa dos donos… rsrsrsrs

      Aqui no Bullblog tem bastante dicas sobre comportamento e cuidados com a raça. Pesquise bastante, veja se o comportamento da raça condiz com a rotina da sua casa e, se vc estará disposto a ter todos os cuidados que a raça exige.

      Eu sou super suspeita, sou apaixonada pela raça e não trocaria ela por nenhuma outra.
      Espero ter te ajudado um pouco.

      Abraços

      Curtir

  20. Gostaria de saber quanto custa em média um filhote de Bulldog ingles, e qual o custo mensal de manutenção, entre ração, higiene e medico veterinario.

    Att.
    Bruno

    Curtir

  21. Olá,gostaria de comprar um bull
    Mas nao tenho condições de pagar 4.000
    eu nao acho ele mas barato nao ?

    Curtir

  22. Olá,

    Tenho um bulldog de 8 meses e um dia desses, quando acordei e fiz festa para ele, ele começou a tentar respirar com o fucinho e parecia um porquinho, sem conseguir respirar….fiquei desesperada!!!
    Liguei para uma veterinária e ela disse que provávelmente o que aconteceu foi um colápso de traquéia..por causa da euforia….alguém já passou por isso?? Será que é normal da raça??

    Aguardarei uma resposta… Beijos!

    Curtir

  23. Olá! Por favor, me tire essa dúvida!

    Comprei uma bulldoguinha linda de um ótimo Canil.
    Ainda não sei 100% o padrão correto da raça. Pesquisei bastante, antes de escolher um filhote, mas não deu pra saber tudo.

    Ela está com 3 meses e seu rabinho tem a forma de um “C” invertido para a esquerda, se é que me entende, com a pontinha apontando para baixo.

    Gostaria muito de participar com ela de exposição, visto sua excelente procedência. Me desanimei com o relato de que o rabinho deve ser completamente reto apontando para baixo.

    Queria saber se já nasce reto ou vai ficando reto com o tempo. Caso contrário, ela teria alguma chance de ganhar a exposição? Esse formato descrito acima é aceitável?

    No aguardo.
    Att.,
    Luana Gonçalves

    Curtir

    • Sim Luana, apesar de não ser a cauda preconizada pelo padrão da raça, o formato de meia lua é plenamente aceitável e com certeza não trará obice algum às exposições. As caudas penalizadas são aquelas nuito pequenas ou quase inexistentes e os rabos “encarnados” em que a ponta ou parte da cauda estão voltadas para dentro e que muitas vezes acabam gerando problemas de saúde ao Bulldog.
      Abraço, Gilberto.

      Curtir

  24. Olá gente!!

    Tenho uma dúvida….
    Esses dias fui comprar uma coleira nova para o meu bull e ao chegar na Cobasi procurei um tamanho ideal e simplesmente a nº 7 era pequena e a nº 8 era gigante pra ele……..ele tem 10 meses e pesa 25 quilos….eu sempre ouvi que a melhor coleira para eles é a do tipo peitoral…porém não acho desse tipo que caiba nele…….a nº 7 parece que aperta muito e a nº 8 sem chances, fica suuuper granda……alguém sabe qual o tipo ideal de coleira para os gordinhos??

    Beijos!

    Curtir

  25. Ola

    Ouço falar muito do canil inglês “merriveen” mas nao encontro nenhuma referencia direta a ele na internet. Gostarioa de saber onde obter maiores informações de como contactá-los.
    Caso alguem saiba algum endreço , site ou outra forma e puder disponibilizá-los agradeço
    Atenicoamente
    Elias

    Curtir

  26. Olá!

    Gostaria muito de uma resposta quanto a esse assunto, pois há muitas divergencias quando converso com veterinários: a castração.

    Esse tipo de procedimento deve ser realizado antes de 1 ano de idade do bull ou antes disso “compromete” seu desenvolvimento?

    Obrigada!

    Curtir

  27. Boa Noite.

    Aqui em casa adoramos cachorros…….

    Nossa Historia comecçou com um poodle( Pinzi(falecido com 12anos) ), adiquirimos um cocker (Victor Luiz )hoje com 9 anos, pesamos ja é hora de um novo filhote…… compramos um Beagle (Walle 1 ano e meio), conversa vai conversa vem alguem aki saiu com a ideia queria um cachorro pequeno compramos um Yorke (Odyn 6 meses), ai eu disse quero uma raça difirente….. comprei um Bulldog (Tayson 7 meses) tudo certo na paz e na harmonia eis que então precebemos que o bull e o beagle se acertavam bem correm brincam juntos e o York tbm queria brincar, mas devido a sua baixa estatura e peso precentimos um certo perigo eis que denovo algem disse vamos comprar uma companheira para o York…… (Mel 3 meses) bom esse é o resumo da nossa familia……

    No ulltimo domingo algo chato aconteceu aki em casa, o Tayson e o Victor (Bull e o Cocker) arrumaram um motivo sei-lá eu o qual para brigarem, a coisa foi feia queixo cortado do bull e outras escoriações mais leves e uma pata machucada do cocker (mancando até hj) , exames veterinarios feitos e a conclusão de nada mais grave havia acontecido com eles.

    percebemos que de segunda pra ca o bull esta agindo de uma forma diferente quando ve o cocker, fica agitado e quase coloca o canil abaixo, estamos de certa forma preocupados com esse comportamento,

    se vocês pessoas mais experientes nessa mundo dos bull’s puderem me dar alguma dica eu agradeceiria, será que é caso para adestramento ou isso vai passar com a idade.??

    Obrigado desde ja
    Jefferson

    Curtir

  28. Olá Jefferson, como vai?

    Bom, o meu caso foi um pouquinho diferente do seu, pois o meu bull estava ficando agressivo com pessoas de casa. Como a situação estava insustentável e nós não queríamos nos desfazer do nosso gordinho, chamamos uma consultora comportamental que nos orientou a tomarmos certas atitudes e nos ajudou apontando onde nós erravamos com ele.

    Talvez isso dê certo para você também, muitas vezes adestrando o problema se resolve sim!

    Abraços!

    Curtir

  29. Olá! Tenho uma Bulldog inglês fêmea de 4 meses. Quero comprar uma caixa de transporte que sirva quando for adulta, quais são as dimensões aproximadas? Obrigado.

    Curtir

  30. Lendo os comentários e respostas acima consegui tirar algumas dúvidas, percebi q ele tem soluço a noite e palpitações, parece q o coração vai saltar de dentro do peito….mas logo vi q eh normal da raça.
    O sono tem 2 meses, toh com ele em apto…mas logo mudarei pra uma casa, infelizmente naum consigo ensinar ele a fazer as necessidades no local sugerido, coloco jornal e naum adianta…algumas vezes ele faz lah…mas faz por todos os lados tbém…será q vai demorar mto pra ele aprender!!?? obrigada

    Curtir

    • Olá tenho um bulldog , e adquiri ele com 1ano e 2meses, consegui educar ele, eu queria que ele fizesse as necessidades dele no banheiro , então o que eu fiz, todos os dias limpava acasa bem para tirar todo o odor,e passei a trancar ele com uma grade no banheiro então colocava o jornal e o pipi dog, em uma semana ele aprendeu, agora tem que ter paciencia. Hoje ele fica souto no meio da casa e quando ele quer fazer as necessidades dele ele vai sozinho para o banheiro.

      Curtir

  31. Olá pessoal, tenho uma Pug chamada Nayra de 8 meses, só que eu e meu esposo estamos pensando em comprar um bull tbm femea, principalmente pela companhia, pois acho que a Nayrinha sofre ficando sozinha o dia todo pois trabalhamos, apesar de passear com ela todos os dias.. a minha duvida é se a Pug com a Bull se nao vão se entranhar ? Pois tenho medo que se machucam

    Curtir

  32. Ola estou feliz e triste ao mesmo tempo antes de tudo quero dizer que amo muito mais mao mesmo animal e acho um abusrdo o que se faz com eles, bem eu tenho hoje um bulldog MARAVILHOSO ele se chama OTO e a minha alegria acredite faz uma semana que esta comigo pois eu adotei ele estava para doação com uma dona de um canil que tinha pego para cuidar de outra de pessoa, bom ele e lindo pesa 25 kilos e tigrado e com o peito branco se ele e puro nao sei dentro dos padroes pouco me importa, o que importa mesmo e que ele tem um coração do tamanho de sua fome e de sua cara muito rabugente mais de uma grande doçura bem meu problema e que ele esta praticamente cego um dos olhos esta bem esbranquiçado e outro esta sempre sujo, o veterinario de onde ele estava disse que era vista seca e mandou passar um colirio minha duvida e alguemsabe o que pode ser??? logico vou leva-lo ao vet mais se alguem sober de algo ja vou precavida so espero que seja noticia ruim mais com noticia boa tipo e isso mais a g3ente vai resolver porque ele e maravilhoso uma doçura

    Curtir

    • olá o meu está com um dos olho esbranquiçados e levei imediatamente ao veterinario ele disse que era uma inflamação, como se fosse uma defesa do organismo do animal estou tratando com colirio, no meu caso não e grave, mais lhe aconselho a leva-lo imediatamente no veterinario para se fazer exames para detectar alguma doença.

      Curtir

  33. Olá, sempre admirei a raça e de um tempo pra cá andei pesquisando sobre a raça pois estou querendo mto comprar um filhote mas estou com algumas dúvidas. Moro em apartamento, e pelo q li nos posts acima não tem problema algum, mas eu e minha esposa ficamos o dia todo fora de casa, teria algum problema???

    O Bulldog tem cheiro forte? Tenho medo do apto ficar cheirando.

    Espero ter filhos dentro de alguns anos, corro o risco do Bulldog “estranhar” o bebê??

    Obrigado desde já

    Curtir

  34. Boa noite!

    Comprei uma bulldog ( Zaira ) tô muito satisfeito com ela , é um cão adoravel, porem estou tendo dificulade de adaptação dela com os outros dois caes que tenho aqui em casa. A Zaira tem quase tres mese e as outras duas cadelas que tenho nao gostam muito dela. Esses outros dois caes eu peguei no abrigo animal da minha cidade, e sao muito doceis com as pessoas da familia, mas com a Zaira a convivencia tá dificil. Sera que um dia elas vão se dar bem?

    Curtir

  35. Nooosa!!!!!
    Meus parabéns!!!!!!!!!
    Este blog é um dos melhores que eu já visitei, além de eu ser apaaaaixonada por essa raça, eu também me apoxonei por esse blog!!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  36. olá tenho uma duvida muito grande !
    comprei uma linda buldog inglesa , ela tem 3 meses irei pega-la em 10 dias , entao!
    ela é toda branca , mais seu nariz ou trufa , nao é completamente preta ! esta apenas pigmentada de preto , tipo uns 75%ou 80%
    pq isto?
    ela pode ser misturada? com outros tipos de buldog?
    pois pelo que procurei e analisei na internet á trufa ou nariz tem que ser pretos,

    Curtir

  37. bom dia , nossa ! obrigada ! fiquei bem mais tranquila c/ á resposta que tive
    ehe…….

    Curtir

  38. Olá, gostaria de saber se o bulldog se da bem com uma beagle, pois tenho uma em casa de 1 ano e 2 meses, e estou interessada em comprar uma bulldog.

    Curtir

  39. ola amigos .

    qostaria de orientacoes sobre o bulldog , tem um com tres meses ( macho ) , ele morde meu pe constantemente e avanca, o que faço para ele parar de morder ? obs. ele tem todos os tipos de briquedos possiveis , como racao propria para raca.

    Curtir

    • Luciano,

      O meu bulldog de 11 meses também faz a mesma coisa quando quer brincar. Eu resolvo o problema jogando uma bolinha ou mesmo um brinquedo que ele goste mais e peço para ele ir buscar. Claro que é preciso um pouco de tempo e muita paciência mas, vale a pena… em poucos minutos o gordinho fica cansado e tira uma longa soneca de língua de fora no sofá…rsss.

      Curtir

  40. Ola,gostaria de saber qual a diferença entre se criar um macho ou uma femea dessa raça,estou muito enteressada em um bebezinho desse,pra me fazer companhia…
    Gostaria da opiniao de alguem….
    Grata

    Curtir

    • Talita sempre indico fêmea para quem mora em apartamento, em razão não apenas do tamanho, mas, principalmente, do temperamento mais “sério” delas em comparação aos machos. Outro fator importante é a questão da marcação do território. O bulldog macho muito embora aprenda com certa facilidade fazer suas necessidade no local determinado é mais resistência qto ao processo de aprendizagem e poderá, muitas vezes, esquecer a lição de casa. Se vc mora em casa, tdo fica mais fácil e aí será uma questão de gosto pessoal optar entre macho e fêmea.

      Curtir

  41. Olá,
    Meu Bulldog tem 2 meses e notei que quando ele come logo em seguida tem soluços. O que siguifica?

    Curtir

  42. Ola , meu golden de 9 anos morreu e estou pensando em comprar um bulldog ingles. Minha duvida é a seguinte: tenho um casal de rottweilers adultos. O macho é bravo e vive no canil. a femea muito docil e meiga tem acesso a casa. Qual sexo devo comprar? O bulldog quando for adulto pode brigar?
    Agradeço sua resposta.

    Curtir

    • Tanto o macho quanto a fêmea podem eventualmente brigar. O importante é vc adquirir o seu filhote de um bom criador, que trabalha também com a preservação do bom temperamento da raça. No seu caso, aconselharia a aquisição de uma fêmea.

      Curtir

  43. GOSTARIA DE SABER O TEMPO QUE ELES LEVAM PARA TER O FILHOTE

    Curtir

  44. Olá, estou apaixonada pelo bulldog ingles! confesso que estou um pouco assustada com tantos cuidados, pois o meu marido não apoia muito a idéia, ele prefere boxer; por já termos 1 de quase 4 anos- ele é prefeito-
    tenho algumas dúvidas se alguem puder me ajudar, ja agradeço!
    como disse temos 1 boxer, super dócil, ele brinca com os cachorros da familia, como dos meus sogros, minha ccunhada, raça completamente diferente! e claro, o boxer lidera, por seu grande porte, mas eles se divertem…

    O meu grande medo é que não sei se o meu futuro gordinho, vai querer brincar…ou se vai brigar..;
    enfim, é o principal ponto, pois moro na Belgica, e o nosso boxer não consegue ficar só!!!ele destroi a casa e chora ate a hora que voltamos…e necessita de uma companhia, já que vou começar a trbalhar…mas tenho medo dessa companhia, eu amo tanto o gordinhooo!!!! quero tantooo!!!

    help – conselhos!!!

    Curtir

  45. Estou amando meu Bulldog, ele é lindo, fofo.. adoro, mas estou cansada de levar mordidas, ele esta com 3 meses e impossível, ele fica me mordendo o tempo todo pra brincar, quando eu peço pra ele parar ele não para e ainda me avança, e late, ja dei ossinho pra ele roer, mas ele sempre se afoga, dou brinquedos pra ele, ele se distrai um pouco e volta a me morder. O que eu faço pra ele parar? pra ele ficar mais calmo?…Conselhos por favor!!!

    Curtir

    • Marielly as brincadeiras com mordidas devem ser proibidas pois em breve vc terá um problema maior. O filhote além de brincar está, ao mesmo tempo, exercendo e testando a sua dominância com um outro “irmão de ninhada”, nesse caso vc…hehehehehehe…Posso dar duas dicas que certamente irão ajudar: Começo a morder, pare a brincadeira e saia do contato visual do filhote, logo ele irá associar mordida com a perda de atenção e fim das brincadeiras. Outra técnica é dar um apertão na língua do filhote toda vez que ele abrir a boca para morder. Esse apertão deve ser dado não na ponta mas no meio da língua. Bem, espero que as dicas ajudem a corrigir a questão das mordidas!

      Curtir

      • Nossaa, esse blog é um maximo…e a ajuda vem rapidinho hem, muitoo obrigadoo, eu vou usar a sua dica sim, concerteza…

        Curtir

      • Ola gostaria de saber qual o tamanho ideal de uma femea para dar boas crias, pois estou comprando uma femea filhote e gostaria de saber qual o tamanho.
        Grato
        Luis Oliveira

        Curtir

  46. ola, comprei um bulldog ele tem 49 dias e é lindo, mas meu marido e eu trabalhamos das 8 as 18h , tenho uma dó, agora to indo em casa meio dia pra dar ração, sera que ele se acostuma? nao quero ter de devolver ele!

    moramos em um ap!

    Curtir

  47. ola, comprei um bulldog ele tem 49 dias e é lindo, mas meu marido e eu trabalhamos das 8 as 18h , tenho uma dó, agora to indo em casa meio dia pra dar ração, sera que ele se acostuma? nao quero ter de devolver ele!
    ele por enquanto fica só na cozinha trancado até chegarmos senao ele acaba com a casa, depois caminha dele vai fciar na area de serviço tem problema?

    Curtir

    • Dayana cada criador tem um pensamento sobre o assunto, minha opinião é de que vc não deveria ter adquirido o filhote pois a sua rotina não permite dar o tempo e a atenção necessários ao correto desenvolvimento físico e mental do cão. Quando respondo e-mails de pessoas interessadas em comprar um filhote, a minha primeira pergunta é sobre a rotina da casa e o tempo disponível.

      Curtir

  48. Olá,ganhei uma bulldog inglês de 2 anos da prima do meu marido o nome dela é margô,eu tinha em casa uma bulldog francês de 5 anos,depois de 1 semana que a Margô estava em casa ela matou a minha bulldog francês,estou com a Margô ainda,coloquei ela para cruzar e fiquei com uma de seus filhotes,hoje ela já está com 8 meses,as duas ficam juntas mas tenho muito medo de ela matar a filhote dela,será que isso pode acontecer?

    Curtir

  49. Oi gostaria de tirar uma dúvida ele é um cão que tem mal cheiro? aqueles q mesmo dando banho ficam com mal cheiro?

    Curtir

  50. Olá eu vou comprar uma bulldog e queria saber.
    Qual seria o tempo ideal para tirar a filhote de perto da mãe?

    Curtir

  51. Ola denovo, então tenho um Bulldog macho, ele esta com 4 messes, de uns dias pra ca o meu filhote anda muito disisperado pra comer, quando dou comida ele se afoga, acaba as vezes vomitando, acredito que seja porque ele come rapido demais e não consigo fazer ele comer devagar, pra melhorar um pouco eu dou ração pra ele na minha mão de pouquinho em pouquinho, mas agora pra piorar o meu bull anda comendo o proprio coco, horrivel isso…por favor o que devo fazer?? e se possivel me ajudar, um filhote de 4 messes quanto tem que comer??…

    Curtir

  52. queria saber na faixa de quanto é um filhote,moro em são luis do maranhão e amu de paixão essa raça,to muito interresadaem compar um

    Curtir

  53. gostaria de informações sobre a castração da bull femea, é um procedimento tranquilo? e vale a pena, quero evitar mesmo os problemos do cio, menstruação etc.
    a partir de quanto tempo de vida é aconselhavel fazer a castração? já li q pode ser 3 meses, mas já li também q o ideal é após o primeiro cio. então fiquei meio perdido.

    Curtir

  54. olá,parabens pelo blog!minha femea esta com 6 meses,quando saio com ela,ela só olha para o chão….cheirando tudo,além disto ela não apreende fazer suas necessidades num só lugar,o que posso fazer?

    Curtir

  55. tenho um bulldog Inglês ele e muito carinhoso e adora dormi e come e brinca bastante mas te muito ciumes de mim e do meu noivo ele tem 9 meses…….

    Curtir

  56. Boa tarde

    Pessoal

    Tenho um Buldog Inglês e ele tem uma alegia, já levei ele à um veterinário, estou dando remédio, mas estou preocupado, parece que está piorando, tem umas manchas vermelhas na barriga e uns caroços por baixo da pele, se alguém puder me ajudar ficarei agradecido, meu e-mail é csm1806@hotmail.com.

    Obrigado

    Cristiano

    Curtir

  57. Oi, tenho um bulldog ingles de 45 dias, minha pergunta é sobre o temperamento dele, ele é muito bravinho, fica me mordendo direto, meus pés, minha calça. Como possu educar ele para que ele fique bem calmo e ser um bom cachorro?? Voce pode me ajudar??

    Curtir

    • Juliano dá uma lida no post “Penso, logo mordo”.

      Curtir

    • Sei que sua pergunta foi em 2011, mas identifiquei com ela pois também estou passando por isso. Estou com uma Buldog de 50 dias, ela tá rosnando muito. Estou ficando preocupada. Tenho filhos e uma experiência ruim com um Boxer que mordeu meu filho. Preciso saber se vc conseguiu que seu Buldog melhorou o comportamento. Estou muito preocupada, por favor me ajude.

      Curtir

  58. Bom dia!
    Gostaria de saber até quantos meses o bulldog femea cresce?
    Obrigado!

    Curtir

  59. Boa noite,estou em negociação para adquirir um bull,porém o canil me informou que o focinho esta ficando de cor marrom,deve ser de cor preta ou pode ser marrom?
    Desde já agradeço,
    Cris,

    Curtir

  60. olá tenho uma duvida
    meu bull tem 4 meses e qdo ele corre a parte de trás fica de lado
    estou preocupada ele é bem gordinho o q é normal da raça rsss o q pode está acontecendo?

    Curtir

  61. Olá
    Estou a uma semana com a minha tão esperada bull femea de 3 meses e estou encontrando algumas dificuldades, ela quer brincar sempre, mas…. gosta muito de morder as mãos e os pés, chinelos e tudo que ve pela frente, mas principalmente as mãos e pés hahaha, e eu tentei dizer não, mas parece não funcionar. Alguma sugestão??

    Curtir

  62. Olá, eu já ando a pensar a algum tempo comprar um bulldog Ingles e já procurei muita coisa sobre eles mas eu tenho uma duvida…Gostava de saber se tem mal ele ficar no patio(jardim) em vez de ficar na parte de dentro da casa..
    è a minha unica duvida, é que minha mae nao gosta lá muito da ideia de ter um cao dentro de casa :(

    Curtir

  63. Ola Amigos,
    Estou postando esta duvida aqui pois não encontrei informação em nenhum outro lugar.
    Tenho uma bull ja esta com quase 5 meses, porem vi que a orelha dela esta muito pra cima, as vezes parece ate um bulldog frances =(.
    Vi em uns sites americanos que quando filhote alguns criadores colam a orelhinha deles quando pequeno.
    A minha pergunta é, tem alguma coisa que posso fazer para tentar abaixar as orelhas da minha bull ?

    Obrigado

    Curtir

  64. Olá, tenho uma bull linda, que está com 03 meses. O detalhe é que ela está com muitas bolinhas vermelhas, como se fossem espinhas internas. O criador já me recomendou talco, pomada mas não adianta, as bolinhas pioram com o calor, vez em quando explodem, daí cria casquinha e volta a crescer.
    Ou seja, vcs poderiam me ajudar… Estou bastante preocupada. Ela não se coça, porém os pelos estão caindo. Obrigada! Me chamo Simone.

    Curtir

  65. Olá. Gostei muito deste blog, parabéns. Tenho um bull inglesa de quase 6 anos de idade. o nome é Zara. Ela mora comigo e levo ela para trabalhar em meu escritório todos os dias. Ela é minha companheira em viagens de carro para lugares não muito distântes. Não destruiu nada quando era pequena e aprendeu a fazer a sujeira no local correto. Dizem que as femeas são mais fáceis e mais limpas que os machos. A raça é otima, companheira, preguiçosa, limpa. Não indico para quem procura cão de guarda. É uma raça que não suporta calor nem caminhadas longas. A minha é muito brincalhona, carinhosa, medrosa e possui um temperamento um pouco dominador, mas nunca violento. Recomendo para quem tem crianças não muito pequenas, pois o cachorro é grande, pesado e age como se fosse um poodle, sendo que as vezes acaba exagerando nas brincadeiras podendo machucar crianças muito pequenas. A raça normalmente apresente problemas de pelo, como alergias, ¨sarna negra¨ e outras. Procurem um criador com credibilidade no mercado. As vezes a economia na compra vai gerar uma enorme despesa com medicamentos para o resto da vida do animal.
    De resto eu recomendo pois a raça é otima e apaixonante.
    Abraço
    Alexandre

    Curtir

  66. ola tenho uma bulldog e percebi que ela nao é muito bochechuda queria muito saber oq pq?
    ela tem 11 meses , queria saber se qdo ficar mais velha vai ficando mais buchechuda?

    Curtir

  67. podem me responder?°
    rs

    Curtir

  68. Olá amigos,esse blog é realmente de grande importancia para criadores de bulldog ingles.Parabens.
    Tenho um bull de 8 meses,é o Petruchio,e esta chegando o momento de sua vermifugacao novamente.Queria saber alguma indicacao de vermifugo para ele.Obrigado.
    Abraço.

    Curtir

  69. Olá gostaria de saber se o bulldog pode se adapatar ficando umas sete horas sozinho por dia, pois trabalho e gostaria muito de adquirir um, mas não tenho como ficar com ele todo o dia.

    Curtir

  70. Ola! Infelizmente, eu tive q vender meu macho bulldog de 5 anos, e tem 5 dias q entreguei ele e estou arrasada… eu gostaria de saber se ele se adaptara na nova familia (q por sinal, adoraram ele) ou se ele podera ficar depressivo… eu poderei ir ve-lo quando quiser… mas prefiro esperar ao menos 1 mes… a ultima coisa q eu quero é saber q ele esta sofrendo… nao sei o que fazer… sinto muita falta dele… mas nao tive outra opção… sera q vc pode me ajudar?? como tem muitos caes q sao adotados e se adaptam super bem, gostaria de saber se os bulldogs se incluem nessa categoria tambem… obrigada!!

    Curtir

  71. Olá, Estou avaliando um filhote para compra. Vi a excelente matéria http://bullblogingles.com/2010/09/12/a-cenoura-e-o-padrao-da-raca/ mas ainda fiquei na dúvida, porque este filhote em questão apresenta ótimas características apenas a cauda apesar de ter um tamanho adequado fica dobrada apontando pra esquerda ou acima do dorso, mas não chega a ficar formato de rosca. Não pretendo que ele participe de competições ou se reproduza então minha preocupação é somente com a saúde desse filhote. Ele pode ter problemas sérios de saúde somente em razão da cauda nesse formato? E em se tratando de filhote, é possível que a cauda mude à medida que o filhote vai ficando adulto?

    Obrigado

    Curtir

    • A cauda buscada é aquela relatada no artigo, porém nem sempre é possível ter filhotes com esse tipo de cauda o que é uma coisa normal dentro da criação. Veja se na cauda do filhote é possível passar o dedo indicador por baixo dela, pois caudas muito apertadas desde filhote podem futuramente requerer um cuidado especial.

      Curtir

  72. olá, boa tarde. Desejo comprar um bulldog, qual canil vc me indica para adquirir de confiança? obrigada

    Curtir

    • Tenho um Buldog ingles, esta com 5 meses, é a primeirea vez que tenho cachorro, sou inesperiente, ele é dóssil, brincalhão, estou amando ele, e hoje apareceu um negocio no olho esquerdo dele, ( meio saltado amarelado) tipo terçol. Na minha região faz muitoo calor e ele brinca na agua, tem algum problema isso ? O que devo fazer?

      Curtir

  73. A muito tempo quero um buldog, venho pesquisando sobre as diferentes ninhadas, e estou muito confusa, pois cada site diz uma coisa, uns dizem que ninhada americana são menores e mais compactos, outros dizem que menores são os de ninhada Inglesa, fiquei em duvida. Pode me explicar quais principais diferenças de ninhada americana e da ninhada inglesa?

    Curtir

    • Olá Livia, na verdade você está falando de duas raças diferentes, não apenas ninhadas diferentes. O bulddog inglês e o bulldog americano são duas raças distintas com algumas semelhanças, mas diversas diferenças também. Dê uma estudada melhor sobre essas duas raças antes de tomar sua decisão. Em relação ao tamanho, o bulldog americano é que é maior em relação ao bulldog inglês.

      Curtir

    • Livia vc deve estar se referindo a linhagens…
      A linhagem americana e a inglesa possuem algumas diferenças estéticas, mas na essência são uma raça só. Vc poderá encontrar cães grandes ou menores nas duas linhas de sangue, mas via de regra os americanos são um pouco menores.

      Curtir

  74. Olá gente!!! A minha Bulldog deve ser um caso a parte…rs ela late, é agitada, não se dá bem com outros cachorros, principalmente os de pequeno porte, e pula bastante nas pessoas que chegam em casa. Alguma sugestão do que posso fazer? Beijos e obrigada

    Curtir

    • Oi Caroline, uma dica que eu uso e funciona muito bem é você nunca dar carinho pro cachorro na posição “em pé”, mas sempre dar com ele sentado, ou deitado. Isso porque o cão associa o estímulo de estar em pé e receber carinho, e passa a pular em cima das pernas das pessoas para receber carinho. Se você o reprova quando pular em cima da perna, e der carinho apenas quando ele estiver sentado ou deitado, ele associará a posição, e ao invés de pular em seus convidados ele vai deitar ou sentar a frente deles. Minha bull tem 6 meses, e o que ela faz quando quer carinho é deitar e ficar de barriga pra cima, evitando assim que ela pule nas pessoas. Tenho um filho de 3 anos que brinca constantemente com ela, e nunca tive problemas dela derrubá-lo ou machucá-lo com seu peso.
      Espero que te ajude.
      Abraço

      Curtir

  75. ola boa noite estou preste a ganhar um bull dog de 4 anos de idade o que vc s acham

    Curtir

  76. Nosso Buldog inglês tem 6 meses, é lindo, um fofo, mas tá dando o maior trabalho por morarmos em apartamento. Ficamos fora o dia todo, ele fica na sacada do apartamento, e quando chegamos ele fica desesperado de tanta felicidade. Fica tão eufórico que acaba nos machucando. Adoramos ele, mas infelizmente estamos até pensando em vendê-lo, pois nosso filho tem medo das brincadeiras dele. Alguém tem uma sugestão do que podemos fazer para melhorar esta situação? Se não, alguém interessa em comprar?

    Curtir

    • Olá Bernadete, a correção em relação a pulos você pode ver na resposta que eu postei para a Caroine logo acima. Tenho um filho de 3 anos e uma bulldog de 6meses e meio e eles são “melhores amigos”. Agora, o que você precisa entender é que seu cão passa o dia todo sozinho, o que não é bom, e claro, ele acumula muita energia e quer gastar quando vocês chegam em casa, fora a alegria em ver seus donos chegarem. O ideal é que um de vocês vá até ele e brinque bastante, dê atenção, passeie com ele, antes de deixar que ele veja seu filho, pois aí sua energia já estará mais amena e ele vai conseguir controlar sua excitação. ´´E importante frisar que os bulldogs não são cães tão independentes quando pregam por aí, eles são carentes sim, e adoram atenção e carinho. Adoram passear, mesmo que por uma pequena distancia, e inclusive correr. u levo minha bull todos os dias em um grande gramado perto da minha casa, e a solto da guia, e a primeira coisa que ela faz é dar um pelo “pique” e se jogar de costas na grama, rolando pra lá e pra cá. Eu jogo um graveto e ela busca correndo. Faz isso umas 3 vezes e se cansa. Aí eu a deixo passeando pra lá e pra cá um pouco e já é hora de voltar pra casa.
      Abraço

      Curtir

  77. Olá pessoal, eu tenho uma bulldog femea com 6 meses hoje, que comprei apenas como cia, e pensando principalmente no meu filho que tem 3anos. Hoje os dois são inseparáveis e eu adoro ver os dois brincando. O meu problema é que ela começou a levantar as duas orelhas, começou de pequena levantando apenas uma orelha, e depois aprendeu a levantar as duas. Eu acabei não ligando, pois como disse minha intenção não é reproduzir, mas lendo a respeito da raça, vi que o correto seria que ela mantivesse as orelhas baixas. Minhas perguntas: Isso é genético, ou é possível que qualquer cão da raça “aprenda” a levantá-las? Existe outro modo de corrigir que não seja por cola? Me parece um pouco “agressivo” esse modo, e não gostaria de usá-lo. Abraço, Juliano.

    Curtir

    • Vou postar aqui a solução que encontrei junto ao canil que me vendeu minha bull para que outros na mesma situação possam seguir. Não é normal bulldog inglês levantar as orelhas, mas pode acontecer do filhote aprender a ergue-las e se você quer manter o padrão da raça, deverá inibir que o filhote as levante, passando uma fita micropore 3M(deve ser essa paranão machucar o cão) na base da orelha, deixando a mesma dobrada pra fora. Com isso você inibe o movimento de levantar a orelha e o cão fica com a orelha correta para a raça. Pode parecer que machuca o cão, mas isso não acontece, posso garantir, pois minha bull nem mesmo tenta retirar afita. Abraço

      Curtir

      • A questão das orelhas não é tão simples assim… até uma certa idade é possível alguma correção mediante cola apropriada, mas infelizmente muitas orelhas não ficarão da forma esperada e isso independe do filhote querer levantar ou não as orelhas…é uma falta estética assim como tantas outras, mas que dependendo da idade ou do tipo de orelha não há correção passível de ser feita.

        Curtir

      • Chega a custar quanto um bull?

        Curtir

  78. que tanto de coisa kkkk

    Curtir

  79. Olá,

    Eu moro em apartamento,e acho lindo bulldog eu queria saber se tem algum problema eu criar um bulldog Ingles e um frances juntos?. Conhecem algum canil que vendem ambos os tipo? Moro em Goiânia Go.

    Obrigado .

    Curtir

  80. fico feliz pelo empenho de vcs, de nos informarem sobre a raça. sou apaixonada desde os meus dez anos pelo o spike do desenho tom&jerry. e até hj tenho vontade de ter um, bem então são vinte e um anos de vontade, rsrs. e após ler o site de vcs fiquei mais apaixonada ainda. mas tá dificil mesmo de encontrar. poderiam ajudar. moro em magé-rj. e-mail raquelsalomaosempre@hotmail.com. obrigadão!!

    Curtir

  81. Gostaria de saber quantas ninhadas uma fêmea do bulldog pode ter por ano ou durante a vida??

    Curtir

  82. se alguém tiver interesse tenho uma ninhada bulldog disponivel

    Curtir

  83. Até que idade eles crescem ?

    Curtir

  84. Todo bulldog campeiro precisa de cesaria??

    Curtir

  85. Boa tarde. Eu tenho um casal de bulldogues ingleses e são muito meigos e gostaria de fazer criação mas não queria fazer inseminações será possível criarem sozinhos como outros cães de outras raças?

    Agradecia muito uma resposta pois só a pouco é que me falaram que esta raça só faz criação por inseminação.

    Curtir

  86. Comprei um bulldog com 45 dias, mas estou achando ele um pouco pequeno.GOSTARIA DE SABER : QUANTO DEVE PESAR UM CÃO COM 45 DIAS?

    Curtir

  87. Ola eu comprei meu primeiro bulldog a poucos meses ele tem 5 meses de idade, mas tenho uma duvida, a maiorias das brincadeira dele é de morder mão ou pé, comprei vários brinquedos mas mesmo assim ele ainda prefere as mãos ou pés! isso é normal da idade dele ? obrigado

    Curtir

  88. Olá, tenho 2 perguntas:
    1) Até que idade um bull inglês fêmea pode mudar seu tamanho/estrutura, principalmente o tamanho da cabeça?
    2) Gostaria de escolher um macho com a cabeça grande, larga. Tem como saber na escolha do filhote? Se tanto pai quanto mãe tiverem esse tipo é garantido que os filhotes também terão?
    Muito obrigada!

    Curtir

  89. Estou comprando um bulldog, e o rabo dele e grosso no inicio afinando na ponta e curto, mais e virado para o lado.

    Curtir

  90. Olá, eu e meu noivo compramos um bulldog americano, macho, agora está com 3 meses, porém ele eh mto bravo, morde e pula no rosto pra morder, não podemos olhar pra ele q Jah ataca… Estou super preocupada… Ouvi dizer q o macho eh mto bravo e vive em canil… Não eh nada dócil, como tinhame dito… Não esperava isso dele!! O q fazer???

    Curtir

  91. Gostaria de saber, porque o Bulldog Inglês vive no máximo 10 anos.
    Obs: O meu (batata), já tem 6 anos e ja estou preocupado :(

    Curtir

  92. Tenho um Bulldog inglês de 1 ano, porém percebi que o pêlo dele cai muito (não a ponto de ficar com áreas sem pêlo) porém acho que cai muito e tbm queria uma dica para a marca escura que fica em baixo da dobra dos olhos que fica preta (parece que a lágrima dele desce pela dobra e fica escura a região. Tem algo que eu possa usar para acabar com isso? Obrigada

    Curtir

  93. Estou com dois filhotes em casa nasceram ontem e um esta com falta de ar as vezes fica roxo ai nos fazemos massagem e colocamos o nebulizador nele e ele fica melhor mas nao demora muito e ele ja esta passando mal de novo oque eu faço? Socorro

    Curtir

  94. Que deliciaaaaaaaa de cachorro * -* ganhei um hoje do meu esposo, macho com 2 meses.. coisa mais lindaaaaaaaaaaaaa <3

    Curtir

  95. Olá! Eu possuo um cadela com 2 meses bulldog e está apenas à tres dias em casa e estou com alguma dificuldade em que ele faça os excrementos no sitio próprio. Eu acabo de limpar de um lado e já tenho outro para limpar. Possuo produtos que têm como fim não tornar a fazer a mesma brincadeira, o que não acontece. Será que me pode ajudar?

    Curtir

  96. Tenho um Buldog inglês de 6 meses .
    Mas ele tem uma mania de pular na gente é morder.
    Não sei como fazer pra ele parar com isso.
    Com outras pessoas ele faz festa.
    Somente comigo e Minha filha ele age assim.

    Curtir

  97. Tenho uma buldogue de 1 ano e 1 mês, ela é meiga, mas é terrível, morde tudo, morde a mim que sou sua dona, empurra os brinquedos sobre as pessoas, não gosta de outros cães da rua e gosta de atacar as pessoas na rua. Ela já foi adestrada durante 3 meses (entre 6 a 9 meses), mas acho que não adiantou nada. Já pensei em vendê-la.
    Será que pode me ajudar a resolver este problema?

    Grata
    Jerusa

    Curtir

  98. Olá!
    Tenho um Bulldog Inglês de 1 ano e 1 mês chamado Buda. Nós pegamos o Buda com 2 meses e depois de uns 7 meses começamos a perceber o quanto ele piscava e ficava com o olho fechado. Perguntamos para nossos amigos e todos nos indicaram a mesma oftalmologista. Após algumas consultas, a médica disse que ele precisaria operar os olhos pois seus cílios nascem para dentro deles. Ele passou por uma cirurgia e percebemos que a mesma não havia surgido efeito. A médica disse que haviam ainda alguns cílios e outros que nasceram de novo, e novamente o Buda foi operado. Depois de dois meses e percebendo que o olho dele não havia melhorado (após dias cuidando dele nas pós-cirurgias e muito dinheiro gasto) resolvemos levar ele a outro médico. O mesmo disse que a cirurgia que foi feita não adiantou de nada, e que era preciso ou de mês em mês sedar ele para arrancar os cílios ou fazer uma cirurgia na qual ele cortaria uma parte de cima dos olhos para puxar os mesmos para cima, assim abrindo os olhinhos do Buda e “colocando os cílios para fora”. Não nos sentimos confortáveis levando ele sempre para ser sedado então concordamos com a cirurgia. Já faz mais de um mês da cirurgia, o olho dele está começando a ficar marrom na parte branca e ainda não melhorou! Além de que agora ele não consegue piscar com um dos olhos. Estamos muito tristes com essa situação toda, pois podemos ver que ele sente dor ao piscar e que não gosta muito de ficar com os olhos abertos pois algo o incomoda. Gostaria de saber se vocês tem alguma sugestão do que podemos fazer ou alguém que entenda do assunto para nos indicar.

    Curtir

  99. comprei um filhote e estou muito ansioso com a chegada dele,
    O blog de vcs esta é vai ser muito proveitoso.
    Estou esperando o desmame, o q devo fazer e o lugar certo para ele dormir?

    Curtir

  100. Eu gostaria de saber se o filhote com 35 dias ela anda normal pq estou comprando uma fêmea de bulldog inglês e ela ainda não firma as pernas traseiras

    Curtir

    • Maria Bulldogs assim como outros filhotes nesta idade não são totalmente firmes e também ou pouco desastrados, oqur você deve verificar é que se esse andar vêm de uma má formação óssea oque somente com exames pode ser identificado. Bullbeijos Eduarda.

      Curtir

  101. Oie gente !
    Eu tenho uma bulldog esperei o tempo certinho pra tirar cria mais so nasceu 5 filhotes e todos que eu conheço geralmente nasce bem mais de 8 pq a minha foi so 5 ???
    Alguem pode me ajuda ?
    Obg att karol

    Curtir

    • Karol Bulldogs assim como outras raças são caixinhas de surpresas, geralmente nascem 4/5 filhotes, alguns casos mais de 8, outros somente um e alguns casos nascem 10 e morrem ao longo dos dias.ppr N fatores. O cio correto para a cruza é a partir do 3° e os cuidados com a fêmea gestantes são triplicados. Aconselho você a se dedicar com seus 5 babys e deixar de lado essa questão de quantidade, curta bastante os filhotes :) Bullbeijos Eduarda.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 252 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: