Sarna Demodécica – “Sarna Negra”

Portal Meus Filhotes

Foto: Portal Meus Filhotes

Diferente da sarna comum (sarna sarcóptica), a sarna negra não é transmitida de cão para cão pelo contato, nem para homem. O animal pode contrair a doença através do leite materno, se a fêmea estiver contaminada.

A sarna Demodécica também é conhecida por outros nomes: sarna folicular, sarna vermelha e, nos casos mais graves, lepra canina. O ácaro Demodex é o responsável por essa doença, porém ele faz parte da fauna da pele normal dos animais. O que ocorre é que geralmente o parasita habita o corpo do animal sem prejudicar sua saúde, mas caso a imunidade do cão esteja baixa, ele pode começar a agredir o organismo, reproduzindo-se e espalhando-se rapidamente.

Quando a doença apresenta-se de forma localizada, o principal sintoma é a queda de pêlo em pequenas áreas do corpo do animal, que tornam-se vermelhas e escamosas. A região da face, focinho e extremidade dos membros principalmente nas patas são os focos mais atingidos. O tratamento é fácil, podendo, muitas vezes, ser feito com shampoo especial e/ou pomada.

Já quando a sarna negra manifesta-se de forma generalizada, o caso tona-se mais grave, e o tratamento mais difícil, sendo necessário o uso de antibióticos. Quase sempre os animais que a apresentam são jovens e tem predisposição hereditária. Os sintomas são mais intensos, havendo uma severa inflamação no corpo, atingindo principalmente a cabeça, peito e contorno dos olhos. Devido a extrema coceira a pele fica muito sensível e irritada, tornando-se uma passagem de entrada para bactérias e fungos diversos, havendo muita formação de pus.

O cão começa a perder o apetite, exala um cheiro horrível, fica com aparência muito ruim, passando a impressão de velho e deformado. Se o tratamento não for rápido pode levar a morte.

A Sarna Demodécica é diagnosticada através de sinais clínicos (lesões na pele, coceira, entre outros) e exame laboratoral (raspado de pele), capaz de detectar a presença do parasita no organismo. Tratando-se de uma terrível doença, é indespensável o auxílio profissional de um médico veterinário.

Portal Meus Filhotes - clique na imagem e visite o site

Fonte: Portal Meus Filhotes - clique na imagem e visite o site

About these ads

151 Respostas

  1. Sarna demodecica
    Gostaria de saber se é possivel a verificação de uma matriz… ocorre que um filhote vendido a pelo menos 4 anos, apresentou a sarna demodecica, como verificar se a mãe realmente tem esta sarna
    Estou desesperada.
    Um abraço

    • Como a bulldogue inglesa das fotos era minha, digo “era” porque faleceu a 4 meses, não suportou tantos tratamentos para a sarna. Realizei muitas pesquisas sobre a doença e tudo que encontrava era relacionado a uma doença “genética” transmitida principalmente de mãe para filho. Porém, a poucos meses entrei num artigo com pesquisas recentes sobre a doença afirmando que sim, é possível, que o filhote desenvolva a doença sem que os pais a tenham, devido a baixa imunidade, traumas, etc. Vou localizar o site que fala sobre essa possibidade e passar aos interessados.

      • Olá, gostaria de saber qual artigo fala isso. Deve bem interessante. Abraços

      • Olá, tenho uma cadelinha Shi Tzu de quase 4 anos e há exato um ano ela apresentou a demodécica localizada e posteriormente a generalizada. Venho tratando-a desde então, com acompanhamento veterinário, mas sem sucesso! Todos os tratamentos e medicações citadas já foram ministradas nela (banho de triatox, ivermectina, convenia, advocat), inclusive já fez plástica facial para reduzir o acúmulo de umidade na região do focinho, castração e tratamento para leishimaniose, mesmo que seus exames derão negativos para esta doença inúmeras vezes. Então, não sei mais o que fazer e o veterinário me parece que não tem mais alternativas também, ela já foi consultada com uma dermatologista vet, fez hemo imunoterapia e tal, sem sucesso, cada dia que passa ela apresenta novas manchas pelo corpo e por se coçar demais abre feridas, faz bom tempo que não fica sem o cone por conta disso. Já estou cansada, esgotada e falida, sem que minha cachorra melhore pelo menos um mês. Ela está tomando vitaminas e fora isso se alimenta muito bem, reage de forma favorável aos tratamentos sem perder a disposição e apetite, o que me faz continuar tentando tudo que me é apresentado. Gostaria que se houvesse algumas sugestão e/ou interesse em discutir meu caso, entrasse em contato comigo.
        Obrigada, Lohanna.

      • O depoimento da Lohanna é muito similar ao meu…tentei de tudo, o meu era um shitzu, mas infelizmente, para cessar tanto sofrimento, dele e meu, hoje tomei a pior decisão do mundo, porém a única, sacrficá-lo. Estou arrasada, mas não havia mais nada a se fazer, estava generalizada…enfim, os próprios veterinários me aconselharam que essa era a melhor saída, diante de tanto sofrimento…e hoje, meu reizinho, descansou.

      • Desde ja agradeço pela informção, olha se possivel for, por favor me manda o que vc tiver sobre esta maldita, estou desesperado, não sei mais o que faço. Se tiver qualquer pessoa que tenha um bom resultado e ler este apelo por fovar publiquem. Obrigado

    • Olá, meu nome é Adriano, em primeiro lugar gostaria de parabenizar aos criadores deste site, pelo profissionalismo, e pelo ótimo texto que relata a doença.
      As informações estão claras e nos dá uma luz para o problema.

      Mas tenho uma pergunta, aliás se a Dra. Vivane ou o Leandro puderem me ajudar ficarei muito grato.

      Antes de tudo, aos pais digo para terem esperança! Quando vemos nossos filhotes sofrendo dá muita angústia e desespero, mas há como tratar e com um pouquinho de tempo nossos cães se recuperarão, como minha Shit-zu que apresentou os sintomas de Sarna Demodécica.
      Ela era novinha tinha uns 6 meses, levamos a um veterinário que infelizmente disse se tratar de “fungos”, gastamos um dinheiro razoável à toa. Depois que o quadro se agravou, ficando bem triste e feinha resolvi tentar uma segunda opinião que felizmente solicitou-nos o exame da raspagem para ter certeza do que era.
      Diagnosticada a Sarna, demos Mectimax a ela.
      Administramos a dosagem por um mês e a cada dia ela melhorava e voltava o apetite.
      É preciso paciência, e muito carinho que certamente já têm.

      Pois então, aqui vai minha pergunta, a Luna ficou bem por um bom tempo porém agora ela está com 8 meses e a Sarna está voltando nos sintomas iniciais, com algumas feridinhas. Só de ver isso já fiquei muito triste pois achei que estávamos livres.

      Devemos voltar a administrar Mectimax a ela? Será que sozinha ela poderá se curar só com uma alimentação adequada? Há algum outro medicamento que seja mais eficaz? Banhos com um shampoo Cloresten por exemplo dão resultado? Dá pra ficar livre de vez disso ou sempre vai voltar?

      Desculpe tem mais de uma pergunta, mas infelizmente voltei a ficar preocupado.

      • Adriano

        Desculpe se estou atravessando mas gostaria de poder ajudar de alguma forma.
        Também tive este pesadelo aqui em casa com meu cão-filho, rs, um collie pêlo longo e sei muuuuito bem as angústias que envolvem a doença.
        Na época, sofri bastante não sabia nada sobre a doença mas pesquisei muuuito além de ter tido o cuidado em escolher uma profissional especializada que além de ter diagnosticado corretamente a doença, (SARNA DEMODÉCICA, na forma LOCALIZADA) prescreveu o tratamento adequado e que surtiu o efeito esperado e até hoje ele está totalmente recuperado e nunca mais apresentou nenhum sintoma.
        Meu cão tinha 4 meses quando apresentou os 1ºs sinais, foi tratado como “alergia” por um mês(diagnóstico errado) e só após ter ido até uma dermatologista-vet é que iniciei o tratamento; aí ele já estava com 5 meses.
        Hoje, ele está com 1 ano e nunca mais teve nada.
        Como meu cão é um collie (pastoreio) existe a atenuante que ele não pode ser tratado com nada que contenha a substância “ivermectina”, pois é fatal para a raça.
        Na época uma das 2 opções de tratamento sugeridas pela Dra, foi o Milbemax mas o tempo de tratamento tinha que ser no mínimo por 60 dias, sendo 1 cp a cada 12 horas.
        Como cada comprimido custava em torno de R$ 20,00 o tratamento sairia muuuuuito caro.
        Acabei optando pelo tratamento com PROMERIS DUO que é uma pipeta aplicada na nuca do cão bem rente a pele. A aplicação era de 20 em 20 dias, num total de 4 pipetas, com um tempo total de tratamento por 80 dias. Além disto ele tomou 8 banhos quinzenais com o Shampoo Sebotrat-S pois apresentava descamação na pele.
        Após isto, fiz 3 exames de raspado cutâneo para certificar-me de que ele não apresentava mais o ácaro.

        Pelo seu relato, vc disse que fez o tratamento com Milbemax por 30 dias. Será que foi tempo suficiente??
        Após os 30 dias vc fez exame de raspado cutâneo?

        Mais uma vez peço desculpas se estou sendo intrometida mas acho que o tempo de tratamento que vc fez foi incompleto, por isto ela voltou.

        Quanto a saber se sempre isto vai voltar a acontecer, sei que é de extrema importância que o cão esteja com a imunidade em alta. Por isto cuido muito da sua alimentação e fico muito atenta a fatores que podem desencadear a baixa-imunidade.
        Trato meu cão como se fosse meu filho, AmOOOOO demais e quero vê-lo sempre bem.
        Se tiver interesse em trocar mais informações, fique a vontade para escrever-me, meu endereço é: monroe.v@uol.com.br

        Espero que a Luna se recupere totalmente, que tenha muita saúde e viva muito feliz.

        Boa Sorte!

      • Sou criador de Pug e fiz muita pesquisa sobre o assunto. Quando ela ocorre na forma juvenil, um dos fatores pode ser a flutuação da imunidade causada pelos hormônios. Em geral, quando se faz o tratamento adequado e correto, o esultado é satisfatorio. Boa parte dos cães, não reincide, desde que tenham uma boa alimentação, vermifugação de forma correta e nos periods certos. As vitaminas sempre são importantes (A, C, D, E, zinco, selênio, etc.) Mais caso venha a aperecer, ela pode ser mais branda. Até que o cão comece de fato a fazer o controle, com a maturidade e equilibrio hormonal. A demodecica, pode ser manifestada sim, atraves de uma má alimentação, infestação por carrapatos ou vermes, utilização prolongada de substancia imunsupressoras(que baixam a resistencia), maus tratos, fatores emocionais e ainda por predisposição genética de algumas raças.
        Então até hj o melhor tratamento que encontrei e constatei na prática foi; ivermectina 1% (injetavel), mas usada de forma oral à 0,04 por kg, durante 60 a 90 dias, lembrando que algumas raças não podem toma-la e dai tem que ser usada outra base (consulte seu veterinario). Megaderme ou pelo e derme, 1 x ao dia. Se o cão estiver com infecção de pele entrar com cefalexina 500 mg, 1/2 pra cada 10 kg (12 em 12). Para os banhos: xampu de clorexidina (antiséptico), para hidratrar e limpar a pele, se a pele não tiver muito irritada, usar após o peroxido de bezoila. Dois banhos semanais. Se tiver muito ruim a pele, espere mais uma semana pra usar o peroxido de bezoila. Vitaminas: Glicopan + Vitamina C, podem ser usadas. Apos uns 15 dias vc tem ideia que esta piorando, pois o pelo cai mais… porém isso é normal, pois a ação dos medicamentos ira fazer matar os agentes causadores, e isso fará cair os pelos mortos/danificados/infectados dando esta impressão. Mais seja persintente. Que irá melhorar. Não esqueça que Deus gosta de cães e que ele sempre nos conforta nas situações dificeis. Espero que tenha sido válido e lembre. Sempre consulte seu veterinário.

      • Adriano: Infelizmente a sarna demodécica não tem cura e sim controle.É possível no caso de fêmeas que a cada seis meses inicie-se tratamento de prevenção,uma vez que o cio baixa a imunidade do animal levando as crises.Minha york tem demodécica e trato ela com 0,25ml de ivomec (via oral) por 30 dias,no caso de injetável 1x por semana durante 1 mês.Vou processar o canil que me vendeu ela por se tratar de danos morais,pois a única forma de contágio é da mãe para o filhote nas primeiras 72h de vida.Espero que sua cadelinha esteja bem.Abraço!

      • Ana essa idéia de que a demodécica é transmissível pelo contato com a mãe é um mito. Aconselho dar uma lida no seguinte post:

        http://bullblogingles.com/2009/08/17/sarna-demodecica-desmistificando-um-mito/

        Abs!

      • ola, eu tive um labrador que teve fungos depois foi se coçando e coçando as maõs levei ao vet ele mandou dar banho com sabonete Soapex(farmaciahumana) e manipular um shampoo com cetaconazol 2%, clorexcidine2% e shampoo base. ele ficou bom só q nao continuei
        ai dei mectimax, e por ultimo meu filho mandou sacrifica-lo, agora comprei outro do mesmo jeito da mesma cor e se chama o nome bruce.

      • Olá
        Temos aqui em casa o problema da Sarna Negra numa de nossas cadelinhas.
        Encontramos um Veterinário espetacular que está resolvendo problema com umas injeçoes .
        a coceira passa e ela volta a dormir e comer sem problemas, assim como recupera a pelagem; entrem em contato que passo o fone é de sao paulo. as injeçoes nao sao caras, apesar de que ha tratamentos mais longos, diarios e caros.

      • Olha a minha tb tem comprei de um canil de minas gerais que vendeu varios cães com a mesma doença.
        O tratamento que nela faço é com cydectin é o unico que resolve nas crises.

  2. Olá Silvana.
    A unica forma do animal apresentar sarna demodécica realmente é se contaminando através da mãe. Não necessariamente ele vai apresentar a sarna logo, ela pode ficar latente até que apareça uma situação de queda de imunidade (como stress, cio, outra doença) e então passa a se manifestar. Se for uma fêmea o bull que apresentou o problema aconselha-se a castra-la para que não dissemine o problema. No caso da matriz, se deve verificar a presença de lesões sem pêlo, descamando e pedir para que seu veterinário colete pele do local através de um raspado profundo (até sair sangue, já que os causadores dessa sarna vivem bem fundo na pele) e mande pro laboratório. Geralmente o resultado sai em menos de 48 horas. Se a matriz não for sua, avisar o canil do ocorrido, para que eles possam alertar os donos dos demais cachorrinhos da mesma ninhada.
    O tratamento atualmente da sarna demodecica está bem evoluido e é possivel um bom controle do problema e o animal leva uma vida normal. Eu tenho 3 pacientes bulldog que apresentam o problema, todas foram castradas e se vc olha pra elas nem percebe nada.
    Abraço e boa sorte.
    Dra. Viviane Dubal
    (51) 33910291

    • Olá Dr(a) Viviane.
      Poderia tirar algumas duvidas ? Gostaria de saber se o uso do leucogen associado a vitamicas, pode ajudar a previnir a baixa imunidade e assim evitar a sarna ? ou ainda se ajudaria no tratamento de um cão já com a sarna ?
      Desde já agradeço a atenção.

    • Dra. Viviane, tenho uma cadela bulldog inglês (muito parecida com essa da foto), que apresentou o problema com seis meses de idade, inicialmente o tratamento foi baseado em fungos (diagnóstico errado que agravou a situação), depois encaminhamos a outro veterinário que afirmou tratar-se de sarna demodésica.
      Esses anos venho ministrando ivermectina e clorexidina para ela, toma complexo B também.
      Mas mesmo com o constante tratamento ela tem súbitos de retorno da doença, fica coçando constantemente, só que interrompo a coceira, ela fica com raiva, só que distraio com algum brinquedo e ela esquece.
      O que me leva a curiosidade dela está ou não acometida com essa doença é que todos os exames de raspagem com a retirada do sangue realizados nela nunca acusaram a sarna demodésica,ela vem se tratando mais com a possibilidade do que efetivamente tem.
      Eu queria saber se é possível um cão ter sarna demodésica e o exame de sangue não diagnosticar a doença?
      Desde já, obrigada.
      Aline Martins

  3. Tenho alguns caes da raça Bulldog Ingles, e observei falhas no pêlo de um dos cães (7meses de idade). O veterinário confirmou que era Sarna demodécica. Como foi realizada a inseminação artificial e acredito que a fêmea nao tenha esta sarna, gostaria de saber se ela é transmitida pelo sêmen do macho utilizado na inseminação???(a fêmea nao tendo a doença e o macho sim, o filhote pode ser acometido??)

    obrigada

    • Olá Michele.
      Pelo que pude entender, a sarna demodecica é causada pela baixa imunidade. Pra entender melhor: o cão não produz suficientemente um determinado anticorpo responsável de fazer o controle do ácaro na pele do cão. O mesmo acontece com seres humanos: uns tem mais acne que outros, ou apresentam herpes, outros não. Quero lembrar que este ácaro o demodex canis, e comum na pele e faz parte da flora do cão. Realmente a mãe que passa, mais isso não tem nada de errado, pois é a natureza (canina). O problema de fato esta relacionado a esta baixa imunidade, que pode ter varios fatores desencadeantes, assim como a questão genética ou racial. A raça Bulldog é uma das raças com pre-disposição a não produzir tal defesa. isto significa dizer que até filhotes de cães não portadores possam vir a apresentar. Podem ainda apresenatar os cães que não tenham uma alimentação adequada, ataque de verminose, maus tratos, fatores emocionais, etc…

      • Podem ainda apresenatar os cães que não tenham uma alimentação INADEQUADA, ataque de verminose, maus tratos, fatores emocionais, etc…

      • Bom dia André!
        Parabéns por sua abordagem sobre a doença!
        Postei há um tempo atrás aqui no Bullblog um artigo cujo conteúdo é tbém muito interessante, chamado Sarna Demodécica, Desmistificando um Mito http://bullblogingles.com/2009/08/17/sarna-demodecica-desmistificando-um-mito/
        Tenho reparado que principalmente em decorrência da depressão/stress (ex. filhote passa o dia sozinho trancado no apartamento) muitas vezes a doença acaba se manifestando na forma juvenil, com o ácaro aproveitando-se do sistema imuno ainda em formação.
        Grande abraço, Gilberto.

      • Oi André será que o uso de condicionador pode desencadear o problema na pele do cão visto que após o uso em dois banhos com condicionador minha cachorrinha voltou a apresentar o problema já estou tratando como tratei da outra vez com banhos de amitraz e passando 3 gotinhas de amitraz com meio dedo de oléo verde no vidrinho de conta gotas nas lesões que estão se manifestando pelo pêlo dela. Só sei que e muito difícil a cura mas se verificar no ínicio e cuidar cura rápido experiência vivida por mim.
        Sempre que dou banho nela com o pêlo molhado observo bem a pele e se vejo alguma lesão já começo o tratamento.
        Mas o que preciso saber e se posso usar nos banhos normais dela um shampoo com clorexidina por exemplo sempre e se isso ajudaria a não voltar o problema na pele?

  4. Olá Michelle, a sarna demodecica não é transmitida pelo semen, então mesmo se o macho tiver o problema e cruzar com uma femea saudavel os filhotes não vão apresentar sarna. Então depende realmente só da mãe a passagem do problema para os filhos. A transmissao se dá pelos primeiros contatos com a mãe durante o parto ou durante o mamar, não tem esse mecanismo totalmente esclarecido do momento exato da contaminação. Há um estudo no qual uma femea com demodecica deu a luz aos filhotes que imediatamente foram afastados da mãe e colocados para mamar em outra cadela, mesmo assim mais da metade deles apresentou sarna ao longo da vida. Em outros estudos realizaram o cruzamento de machos com demodécica com cadelas saudaveis e nenhum dos filhotes apresentou o problema.
    Espero ter te ajudado.
    Att.
    Dra. Viviane Dubal.

  5. Boa tarde…
    Gostaria de saber quais os outros órgãos, além da pele, são tb acometidos pela sarna demodécida.
    E qual o tto de escolha?
    Qual o antibiótico de escolha?

    Obrigada

  6. Olá Belkiss, apenas a pele é acometida pela sarna demodécica nas suas camadas mais profundas. Caso ocorra uma infecção secundária (geralmente bacteriana) muito severa em decorrencia da presença da sarna e ausencia de tratamento adequado, o organismo inteiro pode ser comprometido. Quanto aos tipos de tratamento e antibióticos escolhidos sugiro que converse com o seu veterinário. Ao examinar seu bull ele determinará qual a forma mais adequada de tratamento e se será necessario o uso de antibióticos.
    Att.
    Dra Viviane Dubal.

  7. Eles estão com umas feridas horríveis na pele…
    Descamou e agora tá na fáscia muscular!
    Sangra as vezes…
    Dei 6 dias de Ivermectina VO, mas eles começaram a desenvolver um quadro neurológico ( perda da força em membros, marcha de bêbado, caindo toda hora, tonteira) e parei com o remédio…
    Eles estão prostados… não sei mais o que fazer!
    Me ajudem… por favor!

  8. Bem, é dificil conseguir prestar uma assistencia adequada à distância, portanto te aconselho procurar o veterinário responsavel pelo tratamento dos teus bulls. É muito importante nesses casos um acompanhamento veterinario bem de perto em vista dos sinais neurológicos apresentados.
    Acho que isso é uma urgência para os seus bulls.
    Espero que tudo dê certo.
    Att.
    Dra Viviane Dubal

  9. Eu tenho uma femea que comprei a um ano e a mesma possui Sarna Negra.
    Tomem muito cuidado com esta doença, façam os exames necessários antes de efetuar a compra.
    Quem quiser ver as tristes fotos de minha Bulldogue Cherrie, estão em meu site no guia de doenças, Sarna Demodedica.
    Se quiser utilizar as fotos dela em seu site, esteja a vontade, só colocar a fonte. http://www.meusfilhotes.com.br

    Grato.
    Leandro

    • Leandro tudo bom?? Estou aflita com meu Bulldogue frances, esta com sarna Dermodedica e estou cansada de levar pra veterinario e ninguem resolve. Qual o medicamento que vc usou?? Quem sabe da certo obrigado marilce

      • Oi, espero que já conseguiu o tramento correto.
        Tenho 1 beagle ela tbm tem a sarna demodecica, ela deve ser castrada e a medicação p controle é uma colera preventic /virbac e o mectimax 3 mg ou 12 mg cfe orientação medica, inclusive esta medicação tem no google.

    • oi leandro entre em contato que te passo o fone do veterinario que está resolvendo esse mesmo problema aqui em casa.

  10. Bom dia, tenho um filhotinho de 6 meses e há 1 mes o pelo dele começou a cair em algumas partes do corpo (cabeça em 2 lugares), reparei que fica meio rosada o local da queda. Levei na veterinária aqui em Santos e ela me disse que era fungos, estou há um mes tratando e nao melhora, alias apareceu em outro lugar…estou preocupado…nao consigo vets especialistas em bull…Detalhe, fiz o exame de raspagem e não acusou fungos.

  11. Olá pessoal, é a primeira vez que me manifesto no site. Achei muito bacana e bastante esclarecedor sobre a raça.
    No que tange a sarna demodécica, acho que o principal é um acompanhamento de um bom veterinário, sem tentativas de soluções caseiras.
    Certa vez achei que minha bull estivesse com a doença, fiquei doido, liguei pro criador. No fim das contas a veterinária mandou fazer alguns exames e acabou diagnosticando apenas uma forte ceborréia canina que é tratada com shampoo.
    Assim, antes de qualquer coisa procure o profissional de sua confiança.
    abraços
    Érico

  12. Boa tarde Dra. Viviane. Essa doença é de tirar o sono! Sendo os pais isentos, sem nunca ter apresentado sintoma algum da doença, qual exame poderia ser feito nos mesmos para poder se atestar ou não a sarna? Existe algum teste genético ou imunológico?
    Segundo Demanuelle, em “Current Treatment of Canine Demodicosis, tanto macho quanto fêmea afetados ou “portadores” da doença devem ser retirados de reprodução e a Sra diz que o macho não precisa. Há alguma pesquisa com relação a isso, poderia me indicar?

  13. Olá Vanessa, o exame comumente realizado na rotina clinica é a raspagem profunda da pele nos locais de lesão e análise laboratorial, ou seja, investigamos quando temos sinais clinicos que nos indiquem a presença e manifestação da demodecica.
    Tanto o macho quanto a fêmea podem ser portadores do problema, a fêmea é a responsável pela transmissão aos filhotes. A indicação de afastar o macho da reprodução concentra-se no fato de que um animal com demodicose pode apresentar outros problemas secundários como infecções de pele, redução da imunidade, o que não o torna um reprodutor completamente apto. Um animal que não está totalmente sadio pode não ter um desempenho reprodutivo adequado.
    Vou verificar a disponibilidade de outros exames aqui no país.
    Em breve novo post.
    Att.
    Dra. Viviane Dubal.

    • Dra. Viviane,
      estou com minha Golden em mais um tratamento…
      desta vez o veterinário pediu-nos que déssemos banhos diários, por 1 ano, com triatox (para 10 ml do remédio são 05 litros de água) e meticorten, que comecei com 1 comprimido de 8 em 8 horas, vou acabar em 1/4 do comprimido, e são 7 dias para cada fase do remédio que ela deverá tomar….
      e qdo dou banho diário, devo escovar, esfregar muito…até sagrar a pele…
      a sra. já viu este tipo de tratamento?

  14. Mas fazer o raspado de pele em cães saudáveis serviria então para poder afirmar se os cães desse cruzamento poderão gerar filhotes com a demodécica? Como seria possível isso, se muitas vezes cães com quadro clínico compatível podem dar raspados negativos, sendo necessária a biópsia de pele para comprovar ou não a suspeita. Esse raspado, em cães sem lesões alguma, apenas para atestar ou não a doença, seria feito da mesma maneira que o raspado feito em cães com lesões de pele? Por favor socorrro, pois todos os dermatologistas que conheço, dizem não ser possível fazer raspado em cães sadios para atestar se tem ou não o problema. E mesmo porque não se pode esquecer do fator imunossupressão sem base hereditária, por exemplo, cães em quimioterapia, idosos, com algum déficit nutricional, como seria possível dar um atestado de isenção da doença? Demodicidose e Atopia me deixam de cabelos em pé. Tenho alguns artigos científicos, mas gostaria de mais informações, a Sra. poderia me indicar alguns?

  15. Segundo alguns artigos e livros que li a respeito, o ácaro está presente nos folículos pilosos e é passado ao filhote nos primeiros dias de vida DURANTE a amamentação (e não ATRAVÉS do leite), pela mãe (saudável ou doente, de todas as raças; não apenas por fêmeas doentes).
    “Demodex tem seu ciclo de vida na pele dos cães e é transmitido da cadela para os filhotes nos primeiros dias após o nascimento”. – J. Heine et al. in Evaluation of the efficacy and safety of imidacloprid 10%… (o título é enorme, se alguém quiser o artigo eu posso enviar por e-mail).
    “A patogenia da demodicose não é totalmente compreendida. Acredita-se que a doença resulte de uma incapacidade do organismo manter o número de ácaros. Há evidências que sugerem que a proliferação excessiva do ácaro seja devido a uma predisposição genética ou desordem imunológica…” (Mesmo artigo)
    ““Provavelmente um defeito hereditário de linfócitos T específicos que permitem proliferação anormal de Demodex canis, um ácaro comensal normal da pele canina. Essa proliferação leva a uma imunossupressão induzida por parasitas adicional. A demodicidose de início adulto, é freqüentemente secundaria a doenças hormonais, neoplásicas, esteróides ou quimioterapia.” MUELLER, S. R, Dermatologia para o Clínico de Pequenos Animais, São Paulo: Roca, 2003.
    Uma coisa é o cão ter o ácaro e outra é ter a doença, é aí que eu enlouqueço com essa doença, e estou buscando mais informações para tentar entendê-la melhor.

  16. Não observo nos sites de anúncios de bulldog o referido teste , atestando que a matriz não apresenta sarna dermodécica.
    Gostaria de saber se o teste tem sensibilidade e especificidade alta para a doença.
    entendi que a mãe pode ter o microorganismo e não ter a doença.
    Este teste detecta o germe neste caso acima?
    Ele não é pedido por falta de compromisso, garantia ou por não apresentar uma alta sensibilidade e especificidade?
    Atenciosamente Cláudio Nunes.

  17. Olá gostaria de uma informação, tenho um bulldog ingles macho e este apresentou caso de demodecicose, e agoro surgiu a oportunidade de cruzá-lo. Gostaria de cruzá-lo apenas uma vez. O que devo fazer, será que os filhotes podem ser afetados? O que poderiatambém ser feito para a fêmea não passar o demodex na hora da amamentação? limpar bem o local com algum produto(água fisiológica) poderia ajudar?Ou poderia dar algum remédio para a cadela antes de ganhar os filhotes sem que afetem os babys? Por favor me ajude com urgencia pois preciso tomar essa decisão rápida

  18. Olá Marco, se seu macho apresenta demodecica mas a femea não apresenta não há muito com o que se preocupar, pois quem passa o problema aos bebes é a mãe. Caso a mãe apresente demodecica é totalmente contra indicado cruza-la, é indicado a castração das femeas que apresentem o problema. Há varios estudosque tentam verificar em que momento que ocorre a transmissão, mas nada cientificamente comprovado, então a recomendação permanece. Se a femea for positiva pra demodecica não há medicação que se possa oferecer ou limpeza com qualquer produto que garanta que os filhotes não vão manifestar o problema.
    Estou disponivel para esclarecimentos.
    Att.
    Dra Viviane Dubal.

  19. ola, comprei meu filhote ha 2 meses de um criador local porem nao me foi passado que o filhote tinha demodecica(ninguem percebeu).ha duas semanas apareceram algumas lesoes e fomos a uma clinica o vet. fez uma raspagem e analisou em microscopio no mesmo instante nos disse que o filhote apresentava sarna demodecica localizada. ficamos super preocupados e comecamos a pesquisar a respeito disso foi entao que encontramos seu site e aqui vimos que para se ter a certeza que e sarna demodecica precisa-se de um exame laboratorial, certo? entao seria possivel ele observar o acaro demodex atravez de uma raspagem e se enganar quanto a sarna demodecica?
    obs:. ele apresenta umas lesoes na pele que primeiro eram rosadinhas mas agora estao cheias de pontinhos pretos sem pelo e coca muito, se for demodecica como distinguir localizada de generalizada???
    por favor me ajude, obrigada.

  20. Olá Bruna, o exame laboratorial é realizado por um profissional habilitado para tal atividade (exige especialização) que verifica a presença do demodex nos raspados profundos de pele e emite um laudo oficial do problema. Sobre ser generalizada e localizada, isso dependo se for tratada ou não, quando há tratamento adequado o risco de se tornar generalizada é bem menor. Converse com o seu vet sobre o diagnostico, ele é a melhor pessoa para te orientar. Se ficar na duvida solicite envio há um laboratorio para confirmação, e caso venha a dar positivo, não precisa ficar pessimista ou triste. Atualmente há excelentes tratamentos que controlam a demodécica de modo que nem percebamos nada. E se for femea providencie para castra-la quando for possivel.
    Qualquer outra duvida me contate pelo post ou por email.
    Att.
    Dra Viviane Dubal.

  21. sendo macho nao ha necessidade de castra-lo, ja que ele passara aos filhotes esse gene de pre tadisposicao a demodecica???
    e qual remedio a senhora me indicaria hj?
    eu uso amitraze advocate, teria mais algum pra complementar?
    gra

  22. Dra. Viviane, tenho enorme respeito pela senhora apesar de não nos conhecermos, mas terdiscordo totalmente quando diz que pode se pode usar um macho afetado para reprodução e que só a fêmea transmite a doença. Como se trata de uma doença em que pode haver predisposição genética (salvo exceções) ela pode ser herdada da mãe, pai ou ambos portadores da doença. Não se trata de uma herança genética ligada ao sexo para que só as fêmeas a transmitam. Marked breed predilections and clustering in litters support a hereditary basis for juvenile-onset generalized demodicosis. Data suggests an autosomal recessive mode of inheritance. The American Academy of Veterinary Dermatology (AAVD) adopted a resolution in 1981 sponsored by Dr. Robert
    Kirk recommending ‘neutering ALL DOGS who have had generalized demodicosis so that the incidence of the disease is decreased and not perpetuated’.
    CANINE AND FELINE DEMODICOSIS
    Peter J. Ihrke, VMD, Diplomate ACVD – School of Veterinary Medicine – ia, Davis, CA University of Californ
    In: Proceeding of the NAVC 2005

    • Concorto com você, o macho que apresenta demodécica em hipótese alguma deve ser colocado para reprodução. A baixa imunidade em filhotes é genético, isso já foi provado. Tanto faz se é macho ou fêmea, a doença se propaga genéticamente e não únicamente por contato na amamentação.

  23. “Generalised disease may also spontaneously resolve, but studies to evaluate the rate of self-cure are lacking. With juvenile onset, certain breeds are at risk; CESSATION OF BREEDING WITH AFFECTED ANIMALS REDUCES, IF NOT ELIMINATES, JUVENILE GENERALIZED DEMODICOSIS FROM BREEDING KENNELS. Other predisposing factors mentioned in the literature include short hair, poor nutrition, stress, oestrus, endoparasites, and debilitating disease.”
    FONTE: Demodicosis–A Frequent Problem in the Dog
    Ralf S. Mueller, DACVD, DECVD, FACVSc – Medizinische Kleintierklinik Veterinaerstr
    Munich, Germany – In: Proceddings of the WSAVA 2008.

  24. Tanto machos como fêmeas podem ser portadores e TRANSMISSORES da predisposição genética a manifestar a DOENÇA sarna demodécica.

    A mãe no contato transmite apenas o ÁCARO Demodex canis aos filhotes, e não a doença em si. Para isso é necesário haver o defeito genético.

    Nem todos portadores serão doentes, mas todos portadores podem ser transmissores.

    NÃO HÁ NENHUM EXAME QUE POSSA SER FEITO EM MATRIZ ALGUMA SAUDÁVEL que comprove que ela é LIVRE da DOENÇA SARNA DEMODÉCICA. Visto so ser possível identificar a doença quando o animal APRESENTA SINAIS CLÍNICOS COMPATÍVEIS. E neste caso o exame de escolha é o raspado profundo de pele ou biópsia.

    Uma vez diagnóstica a doença TANTO MACHOS COMO FÊMEAS devem ser retirados da reprodução ASSIM COMO TODOS OS FILHOTES de tal cruzamento.

    Esse o único jeito de tentar controlar a doença e diminuir sua incidência. Enquanto houver cruzamento de cães portadores, mesmo que em alta clínica, jamais essa doença vai sumir.

    Dra. Maricy Alexandrino
    Esp. em Clínica Médica de Pequenos Animais.

    • Perfeita a sua explanação, e corretissima. Todos os portadores machos ou fêmeas devem ser retirados da reprodução, a doença é transmitida para a prole que pode ou não apresentar os sintomas da demodécica. Totalmente erronêo o aconselhamento de manter animais com demodécida na reprodução.

  25. Dra Viviane,tenho um bulldog de 4 anos que ja teve demodecica qdo era filhote e depois de muitos transtornos e tratamento tudo acabou bem.., acontece que ele sempre tem problemas de pele mesmo eu tomando todos os cuidados,mas isso sei q è da raça.
    So que esse ano ele ta apresentando uma alergia e nao estou conseguindo saber do que,aparece como se fosse picada de inseto ele coça e vira uma bolinha de sangue.Sera que è alergia alimentar’? Existe um exame que se possa saber se è fungo?
    agradeço se for atendida

  26. Venho através deste saber de vc doutora pode me ajudar.

    Moro em vila velha,ES estou com minha cadela toda ferida de tanto se coçar por causa dessa maldita sarna( já fiz o exame de raspagem e deu positivo) e o pior que eu vinha dando banhos semanais com triatox prescrito p/ veterinária, o que deu “alguma melhora” mas acabou que minha cadela um belo dia acordou tendo alucinações (não podia ver o próprio rabo que saia correndo e uivando e dando pinotes para frente, evacuando e urinado ao mesmo tempo) vários vomitos encontrei pelo quintal. levei correndo a veterinária que dentro de suas possibilidades colheu alguns exames, mas não tivemos como fazer uma tomografia pois aqui em Vitória, ES não temos este tipo de atendimento para animais. Bom o fato que ela me proibiu de dar os banhos com triatox devido alterações no exame de sangue e até hoje ela está fazendo uso de fenobarbital 100mg 1/2 comp. de 12 em 12h,isso porque fui diminuindo as doses com o tempo; agora não sei mais o que faço para aliviar o sofrimento da minha cadela que fica praticamente a maior parte do tempo dentro de casa pois tenho medo de alguma mosca pousar em seus ferimentos e piorar a situação. Minha cadela nem brinca mais o tempo que tem é pra se coçar e descançar quando a coceira dá um tempo. Me ajude pois já ouvi coisas como: vc vai ter que sacrifica-la pois esta doença não tem cura. Existe algum remédio vo, ou que seja através de banhos mas que não seja tão tóxico como o triatox, ouvi falar no advocate mas não sei com se usa. Me ajude por favor.

  27. gostaria de saber se o que a minha cadelinha tem e sarna.
    Ela tem muita coceira,a pele fica irritada e as vezes sangra e cai o pelo em algumas regioes.
    principalmente nas patas, pescoço e na regiao dos olhos.
    Estou desesperada.
    muito obrigada

  28. gostaria de saber se o que me cadelinha tem e sarna.
    Ela tem muita coceira,a pele fica irritada e as vezes ate sangra.
    O pelo nas patas,regiao do pescoço e peitoral,caem.
    Estou desesperada.
    Muito obrigada

  29. Olá!
    Sei que bulldogs são bem propensos a doenças de pele. Gostaria de saber se é verdade que os de pelagem branca costumam apresentar mais problemas.
    Pergunto isso porque meu filhote, que está com três meses e meio está apresentando lesões vermelhas e que coçam bastante já faz mais de um mês. Fiquei preocupada com a sarna demodécia mas a veterinária que o acompanha desde o comprei disse que devem ser alergia ao calor, já que as lesões aparecem mais na região da barriga, pescoço e nas axilas.
    Ela também me disse que o exame de raspagem de pele não tem o resultado preciso no caso de demodéssica em cãzinhos muito novos. Ela prescreveu uma pomadinha na primeira consulta mas não gerou muito efeito. Na última consulta ela prescreveu um shampoo medicamentoso e o uso de ivermectina. Mas não tem sugido efeito e ele se coça muito.
    Se fosse caso de sarna demodéssica já teria manifestado lesões graves já que ele apresenta essa irritação a mais de um mês? Estou preocupada.
    Obrigada

  30. Boa Tarde Sra. Dra.

    Foi diagnisticado ao meu bulldog Sarna demodecica e o Fungo da Tinha. Esta a ser tratado com injecções e a ferida limpa com um produto receitado pelo veternario.

    Sei que este tipo de Sarna não é transmissivel mas a Tinha é.

    Não sei até que ponto a Tinha pode ser curavel?

    Sabe me dizer qual o melhor tratamento…

    Muito obrigada

  31. Sra Cristina, o mesmo veterinario que realizou os exames que levaram ao diagnostico da sarna Demodécica e da infecção por fungo pode te orientar qual o melhor tratamento do problema. Não tenho como indicar um tratamento sem antes realizar um exame clinico no seu bull e de acordo com a evolução das lesões se opta por determinado tratamento (comprimidos, injetavel, spray – doses e frequencias variáveis – tempo de tratamento – fármaco a ser utilizado – inclusão ou não de banhos no tratamento…). As vezes a infecção fúngica demora um pouco para ser resolvida, pois envolve varios fatores como a propria imunidade do paciente. O ideal é que converse com o seu veterinario sobre tempo de tratamento, risco de contaminação para pessoas e outros animais (isso vai depender de qual o nome do fungo que foi diagnosticado no exame micologico, alguns fungos atingem apenas cães e outros cães e homens).

    Boa sorte pra vcs, sucesso no tratamento.

    Att.
    Dra Viviane Dubal

  32. Dra. Viviane,
    Meu cachorro foi diagnosticado com a sarna negra. Comecamos o tratamento com Ivermectin porem gostaria de saber se existe algum tipo de produto comprado em farmacias que nao fosse tao forte o qual eu pudesse adicionar ao banho dele. Estou tentando atacar essa doenca a fim de meu cachorro se sentir um pouco melhor, porque e muito triste ve-lo cocar.
    Tambem gostaria de saber se ha algum tipo de vitamina que poderia dar a ele. Usualmente eu tomo muitas vitaminas, gostaria de saber se as vitaminas que tomamos podem ser dadas ao animal?
    Muito obrigada!

    Cristiane

  33. Cristiane, sobre seus questionamentos sobre sarna demodécia.
    * O unico medicamento que tem o poder de eliminar/controlar o demodex (agente da sarna) é a ivermectina (principio ativo do produto que vc usa). Decidir pela forma tópica, injetavel ou via oral varia de acordo com a experiencia do veterinario, avaliação do caso quanto a sua gravidade e opnião do profissional quanto às formas de tratamento. Aconselho vc a não trocar o tratamento prescrito pelo seu médico, pois realmente a sarna demodecica é uma patologia que exige insistencia e manutenção do tratamento.
    * Acrescentar outras medicações ou complementos ao tratamento também fazem parte da avaliação do veterinario que diagnosticou o problema.
    A dermatologia veterinária é uma area muito ampla e complexa, por isso pelo blog eu posso fornecer explicações e esclarecimentos. No entanto quando se trata de indicações terapêuticas, realmente só podemos prescrever na presença do animal e seu dono e diante de um exame clinico/dermatológico detalhado. Se duvidas persistirem procure seu veterinario e faça as mesmas colocações para ele.
    * As vitaminas humanas são contraindicadas aos cães, geralmente tem-se vitaminas especificas para cada espécie. As humanas podem vir a intoxicar os cães por apresentarem dosagens de determinadas vitaminas acima da capacidade de metabolização dos animais (vit A por exemplo).
    Felicidades a vcs e sucesso no tratamento.
    Dra Viviane Dubal

  34. Que shampoo eu posso ta ultilizando na minha cadela pinch de 1 ano ela esta com sarna negra?
    Obrigado

  35. Tenho um cachorro que apresentou a Sarna Demodécica qdo tinha 3 meses de idade, e após o tratamento ele não apresentou mais. E ele já está com 2 anos de idade. Se ele cruzar com uma fêmea que não teve a Sarna Demodécica, qual a probabilidade de nascer filhotes com a Sarna?

    Obrigado.

    Renato

    • renato ,o que usou para eliminar essa sarna demodecica no teu cão? estou com o meu com isso vão fazer 5 meses , e estou desapontada, pois não consigo melhoa… pode me ajudar

  36. ooi gostaria se tirar algumas duvidas.
    Eu devo castrar meu cachorro por ele ter sarna negra ? se eu cruzar ele os filhotes tb terao a sarna ? Obrigado

  37. MInha cadelinha foi diagnosticada como alérgica, depois como alérgica outra vez ,e enfim, o diagnóstico foi de sarna demodécica. Como eu a peguei na rua, não sei seu histórico. Bem, as duas raspagens profundas deram negativo para sarna, mas a vet não arredou pé de seu diagnóstico. Estou tratando-a dando banhos de 5 em 5 dias com tiuran. Além disso, estou lhe dando ivermectina oral de 5 em 5 dias. Também estou lipando as áreas afetadas com iodo povidine de 2 em 2 dias, e ministrando complexo b diariamente. Ela já foi acompanhada por 3 veterinárias. Por fim, ela fez hemograma completo que apresentou índices normais para todas as medidas, exceto para ast, que estava diminuída, por isso o complexo b. Acrescentei à alimentação uma ração bem mais forte, mas não sei dizer se minha cadelinha está melhor. Tenho medo de estar caminhando pela trilha errada, pois já se passaram 6 meses, e não sei mais o que fazer. Peço sugestões, ajuda, o que for. Obrigada. Solamnge Delocco.

  38. Por favor tenho um cãozinho salsichinha que estáapresentando sintomas desta maldita sarna negra de que eu nunca tinha ouvido falar estou apavorada a vet raspou o local ou melhordoislocais e ainda não chegou o resultado ele tem tres meses e estou desesperada pois nas pesquizas que tenhofeito lí um comentário que pode até levar á morte por favor que devo fazer o Freddy está com ausência de p~elos em vária spartes do corpo me ajudem amo tanto meu bb que azar o nosso sermos premiados com uma doença tão triste,tenhomuita pena dele seráque oleo decopaiba ajudaria?

    • Procure o medico diga que sugeri cydectin – Moxidectina a 1% (avaliar por peso a dosagem) colocado no leite e Amitraz 12,5% tambem availiar tamanho e peso – obs: sob orientação de veterinario ela pode constatar melhor visualmente.

    • ola estamos com esse problema aqui tb e pelo que sei pode ser psicologico tb, ausencia de alguem, mudança de tempo, qq tipo de mudança no ambiente. mas de qq modo encontramos um veterinario que está resolvendo o problema. realmente é desgastante para os bichinhos e tristeza para nos

  39. Tenho um labrador que está sofrendo com essas sarna negra, hj ele tem 3 anos e a doença manifestou-se a um ano, qdo filhote ele nao tinha nada era bastante saudável um pelo lindo, pelo que já li em algum momento da vida dele houve uma queda brusca em sua imunidade onde o ácaro se manisfestou e seu sistema imune nao pode combater, levei a um veterinário e ele me deu esse diagnóstico, porém nao acreditei levei a um outro q disse q nao era sarna negra q deveria tomar banho com sanadog 2 vezes por semana, no entanto, o tratamento nao deu resultados, nao sei mais o q fazer meu animal tá piorando a cada dia e nenhum veterinario consegue solucionar o problema, enquanto isso ele se coça e forma feridas, os pelos estão caindo por todo o corpo, nao sei mais o q fazer.

    • Fernanda, procure novamente o medico diga que sugeri cydectin – Moxidectina a 1% (avaliar por peso a dosagem) colocado no leite e Amitraz 12,5% tambem availiar tamanho e peso – obs: sob orientação de veterinario ela pode constatar melhor visualmente.

  40. Oi tenho uma cachorra que apresentou a doença hoje periodicamento dou banho de Amitraz 12,5% e Cydectin com prescrição de veterinario, apresentou bons resultado porem não tenho a certeza do futuro tratamento uma vez que informaram que essa doença não tem cura.

    • A indicação do João Ricardo é correta, o uso de Cydectin na dosagem apropriada é eficaz ao combate da doença. Cabendo lembrar que a demodécica apresenta-se em diferentes formas e idades. A Juvenil e localizada é uma enfermidade como qquer outra e o cão, uma vez tratado, não voltará a apresentar tal problema na idade adulta.

  41. Olá, recomento com o amor que tenho pela minha cachorra que li muito sobre o assunto até descobri essa doença mas foi fundamental a atenção medica, minha cachorra melhorou e muito. Antes ninguem queria chegar perto, somente a minha familia, que estava orientada por mim e logo em seguida pela medica do não contagio. Mas o resultado alcançado foi atraves de especialista pois muitos foram os comentarios, até que enfim resolvi tomar a decisão e leva-la a 120 km de onde eu moro e interna-la.Tive custo que pra mim foi alto mas o principal é ve-la hoje saudavel.

  42. Meu lhasa de 1 ano e meio, parece estar com sarna. Gostaria de saber se esta doença faz com que o cão fique com um mau cheiro insuportável, mesmo tomando banho semanalmente?
    Grata,
    Cristina

  43. olá, tenho 15 anos e moro numa cidadezinha do RS,
    minha cadelinha Bull de 2 meses começou a apresentar partes avermelhadas e parece que esta começando a cair pelo. Isso nas regiões da testa, no tórax, e nas axilas.
    ela parece bem abatida, acho que é sarna demodécia. mas aqui não tem veterinario, e meus pais não tem tempo pra leva-la a cidade vizinha . queria saber o que dar pra ela, pois esta começando a se coçar muito. POR FAVOR ME AJUDEM.

    • Caro colega e a todos que interessarem, tenho uma baset que tem sarna dermodecicia e obtive um ótimo resultado aplicando advocate, e ele não tem contra indicações, apliquei durante 3 meses seguidos e agora faço manutenção de 3 em 3 meses. O advocate que utilizei não é o Max. e somente advocate.

  44. Caro João Henrique, não podemos prescrever qq tipo de medicação sem examinar sua bull, coletar exames e conversar com vc. Muitas vezes a medicação para tratamento de um problema de pele pode levar a piora se usado na doença errada. Então é muito importante que vcs busquem atendimento veterinario. Muitas vezes dicas que são encontradas na internet ou dicas de vizinhos ou conhecidos sobre tratamentos podem levar a resultados muito mais danosos e bem mais onerosos no final.
    Sinto muito por não poder ajuda-lo.
    Att.
    Dra Viviane Dubal.

  45. Olá

    Meu nome é Laryssa comprei um bull macho, ele esta com 6 meses e esta com sarna demodecica localizada. Pelas as informações que tive da veterinaria dele o contagio foi via mãe. O grande problema é que a dona da mãe alega desconhecer o assunto dizendo que sua cadela nunca apresentou o problema. O que eu faço ? Tenho o resultado do exame do lab provet de sp, devo enviar para ela ? A dona da matriz pode me ajudar com as custas do tratamento, como fica essa relação?, afinal paguei muito por esse filhote e quero saber o que tenho de direito sobre o caso.

    Obrigada desde já

    laryssa

  46. Laryssa

    Tenho um collie pêlo longo que está com 10 meses, aos 5 meses ele apresentou uma falha de pêlos no focinho e após muitas tentativas, optei por buscar uma dermatologista veterinária que diagnosticou através de raspado cutâneo, a sarna demodécica na forma localizada. Além de toda orientação e esclarecimento da doença, busquei em vários locais, informações sobre a doença, tratamento e responsabilidades. Sei que é uma doença genética que é transmitida no momento da amamentação através do folículo piloso do filhote. O gene pode ter sido do pai da mãe ou de ambos, porém a responsabilidade por ter colocado um animal para procriação com tal doença é exclusiva do criador. Pode até ser que o criador não tenha conhecimento que o padreador ou a matriz seja portador da doença mas legalmente falando ela deveria ter feito exames neles para saber se não possuiam nenhuma “tara genética”. O criador é responsavel pelos “defeitos do produto” e como tal tem que arcar com as despesas do tratamento sim!. No meu caso, por ser da raça collie existe a atenuante que não se pode usar ivermectina devido a uma mutação no MDR1 do animal. O tratamento foi longo (80 dias), sofrido e caro, mas hoje tenho a alegria de ter meu queridão curado e lindo novamente.Não desista dele…em hipótese nenhuma…e exija seus direitos como proprietária. No meu caso o criador pagou por tudo. Agora é cuidar bastante para que a imunidade dele esteja sempre em alta para que não tenha o risco do ácaro atacar novamente. Se quiser me escrever, por e-mail, podemos trocar mais informações a respeito, tenho muitos artigos esclarecedores sobre tudo.
    Boa sorte e paciência com seu filhote…sempre vale a pena!
    Bju

  47. Comprei 03 filhotes na mesma época, duas bulldog (irmãs) e uma boxer, elas estavam bonitas, mas as irmãs quando eu comprei chegaram com broncopneumonia e, com isto, tiveram baixa imunidade, aparecendo a sarna demodécica e por coincidência, como disse o veterinário, tirei um “bilhete premiado”, pois a boxer tinha pré-disposição à sarna e foi o que aconteceu, fiquei com as três em tratamento por seis meses tomando antibiótico, banhos semanais com medicamento apropriado e, graças a muito carinho e dedição, hoje elas estão muito fofas. Mas, confesso, tive momento de angustia até encontrar o tratamento correto, parecia que nunca daria certo, mas eu não desisti e valeu a pena.

    Desejo a todos muito amor canino.
    Mônica

  48. aaaaaaaaaai tadinho, q deus deixe ele em paz

  49. Olá, comprei uma Bull há 3 mêses e hoje ela está com 5 mêses. Ela é a coisa mais fofa, mas há duas semanas começou a apresentar lgumas lesões na pele, várias bolinhas vermelhas no dorso onde não nasceram mais pêlos, levamos ao vet. Que inicialmente pensou ser aluma alergia, tratamos por uma semana, mas só piorou, e levei novamente ao vet que resolveu fazer um exame de raspagem e detectou a presença de sarna negra. A vet foi muito atenciosa e mostrou-nos um livro com uma figura do parasita da demodex, o mesmo que nos mostrou no microscópio para não termos nenhuma dúvida. Estamos começando o tratamento da minha Bull. Porém, minha dúvida é quanto ao canil. O que devemos fazer em relação ao criador que nos vendeu a Bull, acredito que ele saiba da existencia de sarna negra na matriz, correto??? sendo assim, como ele pode vender filhotes sem responsabilidade??? devo cobrar alguma coisa dele????

  50. Ola a todos,
    Infelizmente minha cadela uma labradora de 6 meses foi acometida por essa doença.
    Mas rapidamente o veterinario logo nos primeiros sintomas fez a raspagem, q confirmou o diagnostico,
    tratamos com Ivermectina e um shampoo manipulado.
    Ela ja esta em tratamento a 20dias, e ja percebo melhoras.
    A creditamos q nosso esforço sera recompensado.
    a todos deixo aqui uma mensagem, nao deixem de levar o seu animal ao veterenario assim q aparecerem sintomas de qualquer doença, nem acreditem e banhos milagrosos ou simpatias, como
    medico( de pessoas), quero deixar clara a minha admiraçao pelo profissional medico veterinario, por isso se vc ama seu animal nunca deixe de fazer os exames, consultas de rotina e vacina-los.
    Desde ja um abraço a todos

  51. Minha filha tem uma cahorra bulldog de 3 anos. Ha um mes , começou aparecer umas manchas no peito, meio arredondadas, escamosa, e o veterinario disse q era alergia a algum produto de limpeza.
    Certificamo-nos q nao havia mudado nenhum produto . Mas as feridas se expandiram muito entaoo veterinario disse q era normal e mandou passar uma pomada.neodexa creme.passamos , porem se alastrou por todo o corpo inclusive nas patas, atras da orelha , nas costas enfim passou roa todo o corpo. O detalhe é q o pelo cai junto com as csacas q apresenta. Então o veterinario resolveu faze routro e xame e disse q e uma micose.
    Receitou um antibiotico intraconazolem forma de biscoito rpa q ela aceitasse.Infelizmente nao vejo melhora e estou angustiada. Queria mostrar as fotos pra q algum pudesse ajudar. Tenho muita dor no coração de ver a bichinha assim..toda machucada.
    Se puderem me ajudar. Agradeço

  52. Olá! minha cachorro pastor alemão deu cria e dentre eles nasceram uns filhotes que a medida que foram crescendo, apresentaram uma falta de pêlo no rabo e nas patas.

    Eles não tem nem um mês de vida e notei que o rabo de um está pela metade (parece que caiu ou foi comido) e os outros estão com o rabinho bem avariados, secos e sem pêlo, tenho medo de que caiam todos. Ou que os filhotes venham a morrer.
    Esse tipo de sarna faz cair o rabo ou seria outra doença?

    Obrigada!

  53. Gente…estou desesperada… Meu bebê o Haule, um bulldog francês de 7 meses, ele está todo cheio de ferida, e já passou por 3 veterinários, já gastei horrores e ele não cura, já fez raspagem mas não apareceu a sarna demodecica, já usei advocate, promeris duo, mectimax, lexin, banhos com shampoo medicinais, injeções e ele não cura, hoje conversando com um rapaz da agropecuaria, ele me perguntou se eu mudei a ração, será que essas feridas (tipo sarna) podem ser uma alergia na ração de frango (treedogs) não sei mais o que fazer. quem quiser ver ele no orkut ( não estava com ferida ) está o link: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=5704499488908200835.

    aguardo resposta obrigada.

  54. Gente…
    Adotei meu Bull essa semana… Ele tem 7 meses e foi abandonado na veterinária… Ele está com a sarna demodécica… Estamos tratando ele e dando muito amor e carinho…
    Ele está tomando 2 comp de Agasten de 12 em 12 horas, 1 comp/dia de Biofloxacin, Pêlo e Derme 1 cap/dia… Também foi passado 2 remédios homeopáticos…

    Ele é lindo demais, e estamos tratando ele muito bem pra ele ficar bom logo… =)

  55. Oi gente!
    Há mais de 4 meses venho tratando meu bulldog inglês, agora com 09 meses.
    A última medicação determinada pelo vet foram 4 doses mensais de Advocate, para “eliminar” ácaros ou sarna demodécica
    Dei a primeira dose há 07 dias.
    Será que agora ele ficará bom?
    Apesar de não ter feridas, muitas regiões estão sem pêlo.
    Precisamos de ajuda!!!

  56. Oi Dra. Viviane e a todos que utilizam este site, tenho uma cadela SRD, muito linda e que está acometida de sarna negra. Já levei ao veterinário, deram banhos semanais de Triatox e cefalexina 300 mg 1xdia por 30 dias, ela não melhorou, chora e se coça muito, agora tem apresentado uma dificuldade enorme de caminhar, parece que endurece a trazeira a cada dia, não sei se é porque passa deitada se lambendo e se coçando ou se é porque tem algum problema associado. O veterinário mandou dar Organew para complementar a alimentação, pois ela come menos a cada dia. Não sei o que fazer, peço ajuda de vocês, por favor!!!!

  57. Olá, peço ajuda de você, tenho uma cadela, ela tem dezessete anos de idade e é muito importante para mim, ela está com sarna negra, ela mora com minha mãe que não cuida dela direito. Quando a doença estava alguns meses após o início, levei ela para minha casa para cuidar melhor dela (moro em apartamento) pensei que fosse leischmania mas a sorologia deu negativa, daí o veeterinário disse que era Dermatite apenas e passou o shampoo Micodine para eu dar banho 1x por semana, daí não estava surtindo efeito algum e ele pediu para dar banho 2x por semana, o quadro dela ficou estável perante meus olhos e tive que devolver ela para minha mãe pois eu tive que viajar, quando voltei vi que ela tinha piorado 300% estava horrível (fiquei 20 dias fora), e agora ela tá cada vez pior… já apliquei triatox e o final de semana que passou eu apliquei o ADVOCATE e dei um banho com um shampoo especial… chorei muito por vê-la naquele estado, como ela é muito idosa não sei se ela tem como se recuperar, vou tentar leva-la ao veterinário novamente, mas gostaria da opinião de outras pessoas.

  58. Adorei o site, gostaria de uma ajuda!
    Moro em Rondonópolis-MT, Tenho um Pitbull femea a quase dois anos, desde inicio de pequena ela apresentou alguns sintomas de estar com problemas de saude, como na cidade tem um surto de leishmaniose, uma veterinaria me falo que ela estava com esta doença mais tenho quase certeza que é sarna negra, a Dra fez o exame de sangue mais não me mostra.
    Entre os pelos dela sempre parece ter caspa, os olhos sempre estão com remelas, as vezes ela diminui quantidade de alimentação ai tenho que recorrer a comida humana para melhor alimentação dela. tem manchas ou melhor falha nas pelos, maioria perto das pastas e pernas, no rabo e em volta dos olhos. Com sabonete mata cura os pelos dos rabos voltaram normalmente. trabalho em uma farmacia quais medicamentos ou vitaminas poderia estar administrando na mesma.
    Grato

  59. Preciso de ajuda!
    Comprei um bulldog inglês (fêmea) e desde que ela veio pra casa, apresentava feridinhas entre as pernas. A veterinária receitou Nebacetin dizendo que se tratava de uma alergia simples…
    Agora, com 5 meses, depois de tomar as vacinas passou a apresentar os seguintes sintomas: queda de pelo, falta de apetite, feridas nas pernas e na barriga e com a cabeça muito vermelha.
    Voltamos na veterinária e ela disse que a filhote estava com dermatite e receitou os seguintes medicamentos: Lexin 300mg (1 comp. a cada 12hs), Ivermectina 6,5mg (1 comp. por dia), Banhos com o shampoo Clorexina (semanais). Gostaria de saber se a medicação esta correta??? Em caso negativo, preciso de ajuda…

    Obrigada,

  60. tenho uma cachorrinha katy com 5 meses e foi diagnosticado sarna negra a vet receitou cydectin 0,7 mg a cada 3 dias por 30 dias e agora a cada 4 dias pra sempre e cefalexina 1/2 comp a cada 12 hs por d 30 dias , banho com shampo anti sarna 01x por semana , apos o banho aplicar spray de agua diluida a base de amitraz na roupa dela e nela menos nos olhos a quantidade vai depender do peso e vitamina e uma raçao muito boa ela esta curada mas necessita ser cadastrada porque quando entrar no cio baixa a imunidade . nao desanimem o tratamento é demorado e é pra vida toda nao pode descuidar .

  61. oi meu cachorro apareceu uma mancha no rosto ta ficando sem pelo ele so tem 4meses um bullterrier levei no meu vet ele fez raspagem e viu q ele ta com demodicose comecei o tratamento hj com mectimax 1cp e meio por dia a vet falou durante 1 mes possa estender ate 3meses e passa pomada crema-6a 2vezes ao dia e dar 8gr de promundog ao dia para aumenta a imunidade dele diz ela q ele ja tinha devido as vacinas a imunidade dele baixou e apareceu por favor me ajudem pq ela e uma vet novinha tenho medo q ela erre e meu cachorro piore sera q ela esta certa em da vitamina junto com o tratamento de mectimax obrigado

  62. Eu adotei a Mel, pois ela estava numa construção e estava sendo judiada.Mais deste que ela foi para casa já deve de tudo devido aos maus trados que ela deve.Agora ela esta com essa sarna negra, vei de vagar eu levava na veterinaria, e ela dava uma enjeção amarela, acho que essa enjeção fez sair bem forte , pois um dia eu cheguei em casa e ela esdatava toda inchada,e uma enorme bola em baixo do pescoço estava muito feio e muito grande dava muito dó, em fim agora ela esta com o rosto, as patas, toda essa parte da pele preta que não vai sumir mais e ela terá que tomar cortizona para o resto da vida , pois no frio pode volta tudo de novo, e muito trite ver um membro da familia sofrento tando, pois para mim ela e parte da minha familia, ela e a minha gata kirara. Obrigado

  63. Parabéns o blog é muito instrutivo e construtivo, informa bastante sobre diversos fatores, relacionados ao bulldog, mas também abrange conceitos e fatos relacionados a diversas raças!
    Com relação a demodex canis, colocarei alguma informação pois vejo, em diversos sites, onde tratam a demodex canis assim tratado pelo criadores de cães, como uma doença do cão e não de um parasita que gera esse fator!Pois relacionando o fato com a questão do ácaro, conclui-se, que sendo o ácaro um hospedeiro da fauna e dos animais em geral, não esta constituído sendo uma doença, e sim em um processo de imuno-depressão, gerado por ele, (ácaro), pois o fato da alergia é desencadeado pelo fator da liberação das toxinas liberadas pelo acaro no momento que ele esta na fase de reprodução, e alimentando-se das peles mortas e pela umidade da pele!Sendo assim o acaro aproveita-se da imunidade do animal, que esta baixa, pra gerar uma base onde ele ira depositar seus 50 ovos em média, na pele do hospedeiro, que tem um período de maior incidência, que é no outono e primavera onde é maior a probabilidade de infestação, mas como o fato é gerado pelo a imunidade, ele se reproduz o ano todo, depositando uma quantidade de diversos ácaros no corpo do animal, gerando as alergias, coceiras, quedas de pêlo, feridas, etc, pois esse fator para o acaro é o ambiente onde ele ira estabelecer a sua família e deixando sempre no seu hospedeiro, sucessores a espreita da baixa imunidade!O acaro sendo parasita que gera uma patologia sub-clinica, uma pseudo doença, pois ele não é uma doença é um parasita, que gera um fator que desencadeia, outros vários fatores que predispõe os seres vivos, em ambas as classes animal e humana, a terem diversas reações dermatológicas e alérgicas e até em certos casos não sendo o caso da demodex canis, tem casos separados que podem gerar um fator que levará a doença zoonótica e até mesmo interna, porém com outros tipos de ácaros e também a demodex sarcoptic, (sarna negra), porém não é o caso relatado, pois estamos falando da demodex canis!
    A demodex canis não esta constituída em um diagnóstico caracterizado doença, pois é uma ocasião de um hospedeiro parasita que usa uma técnica de reprodução e alimentação que gera o meio para ele se proliferar, sendo esse fator externo, no caso o a pele, e também pelo fato da imunidade e estresse gerado que faz esse fator de imunidade baixar, quer dizer que não é uma doença e sim uma reação alérgica causada por um hospedeiro parasita, a reação alérgica pode ser considerada uma doença dermatológica, mas pelo fato de não ser uma patologia gerada pelo fato do animal estar doente, mas sim por outro infector nesse caso o ácaro!Por esse fato é uma forma imuno depressiva e não uma doença canina!Pois os ácaros acometem, não somente os animas terrestre mas também animais marinhos e de água doce!
    No caso dos humanos, o acaro é também um hospedeiro habitual na pele humana, pois ele se alimenta das peles mortas do ser humano que em média produz uma grama por dia dessas escamas, nesse caso ele tem um habitat prolifero em abundancia para se reproduzir viver e se alimentar, o humano assim como os animais tem esses parasitas no corpo, mas nem sempre determinam fatores alérgicos pela simples presença deles na pele, nesse caso o fator imuno depressivo é ocasionado pelo fato individual de cada individuo, sendo dessa forma uma questão que não relaciona-se a uma questão de doença, pois no caso dos humanos temos no nosso corpo o hospedeiro ácaro de uma classe da família das aranhas, produzindo os famosos cravos, que sendo ele esteticamente feios, eles são muitas das vezes inofensivos para saúde, assim como tem um site onde consta uma analogia interessante, pois gostei muito da relação imuno depressora da questão relatada nesse site, dedicado também a raça bulldog, mas frenchie, que a autora relaciona o fator da clamídia, vulgarmente tratado como sapinho, ele esta na boca de todos os seres humanos, mas por uma pré disposição imunológica as pessoas não desencadeiam o processo infeccioso da patologia, sendo assim todos tem o demodex e também a clamídia, mas não são todos que predispõe a imunidade ao fator clinico dermatológico relacionado a questão alérgica que é um fator, de uma resposta exagerada do sistema imunológico as substancias estranhas que os parasitas nesse caso o demodex causam para a pele do cão, assim como no caso humano, que assim colocado em situação de resposta exagerada ele baixa imunidade e reage alergicamente!Tanto os cães como os humanos são considerados atópicos a essas causas, por esse fato estão sujeitos a essa causa, mas não que seja uma constante ameaça e realidade, pois como bem citado todos temos os parasitas mas nem todos desenvolvemos!Nesse caso a culpa não é do cão e nem é uma doença, assim tratado por algumas pessoas que não detém tal informação relacionada ao fato e desconhecem as causas dessa situação e discriminam tanto os criadores, tanto quanto os animais!
    Pois mesmo que o criador ou veterinário preveja que a mãe tenha o acaro latente na forma alérgica e ou também dizer que aquela fêmea que não tem nada e também o macho não tenha o acaro na sua condição alérgica na derme saindo dos folículos pilosos para se produzir, que esse filhote ou os filhotes, não terá, o acaro futuramente, ele e nenhuma outra pessoa poderá afirmar que não terá a demodex ativa na pele do cão!*ironia sátira- Somente em uma forma radical de vida, dentro de uma capsula anti tudo, bactérias, fungos, microorganismos e vírus, etc!
    Então é fato de interesse veterinário desenvolver esse processo de critica negativa com relação ao fato de ter e ser necessário a castração, pois o fator é natural como bem citado pelo próprio blog e portanto inevitável e no caso de colocar a hipótese causa, com relação a mãe, pois não terá como prever o fator contagio pois é imuno depressivo e não doença hereditária do cão e sim natural do meio ambiente!E todos podem ter até mesmo esses que não tem casos de predisposições pseudo genéticas, há não ser a sarna negra, ou sarcoptica, que não tem nada haver com demodex canis, essa sim é um caso de castração pois tem predisposições genéticas e o contagio é uma zoonose, passa para os humanos!No caso da demodex canis caso o animal tenha a culpa não é de criação ou negligência e sim natural e não tem necessidade de castração, pois não ira diferenciar no fator imuno depressivo realmente dito, pois fatores de depressão e estresse entre outros que desencadeiam a baixa imunidade, não estão relacionados tão somente a questão castração, isso em um fator biológico comum.
    Assim como é a TPM e a depressão pós parto e pré parto, portanto nenhuma mulher é castrada por esse fator, e nem sempre da pra diagnosticar possíveis probabilidades estéticas e ou imuno depressoras pelo simples fato de achar que castrando a fêmea humana e ou a animal que esse fatores imuno depressores irão cessar!
    Acreditem nos veterinários, mas sempre informe-se bem antes de tomar qualquer atitude na vida e em qualquer outro segmento, pois a culpa e a causa desse fator demodex é NATURAL!E o que a pessoa que tem um caso desse, tem que fazer!É dar muito amor atenção carinho e boa alimentação que a maior prevenção para esse fato e não vibrar negativamente, com pensamentos de arrependimento, pelo fato de investimento e gastos, pois a vida deve ser pré concebida antes do ato, assim como seus fatores e causas para infinitudes de casos e acasos e possíveis ocasiões que possam surgir no decorrer dela!
    Analogia de consumo!
    Imagina, eu comprando uma televisão e depois de um tempo levo em técnico de minha escolha e esse técnico especifico para esse fim, avalia e diagnostica um fator de falha no processo de montagem, que não afeta em nenhum meio de usabilidade da mesma e ele me direciona a palavra mencionando o fato de garantia e direitos e me encaminha para a loja ou o fabricante!Eu chegando na loja, vejo que a garantia passou e a avaliação deles não constatam nenhum fator que faça com que necessite de troca ou conserto!E eu descontente pelo fato de ter me arrependido, de ter comprado a mesma e pelo fato do técnico ter me dito que seria de meu direito reaver o valor ou troca faço da minha intenção uma vibração negativa e contraditória pelo fato de eu ter me arrependido e não querer conviver com ela assim, sem me dar problema, apenas com o defeito de estética, logo saio dizendo que o problema era da empresa e que a televisão na prestava!Sendo que se eu cuidasse dela e retirasse esse fato negativo pela condição imposta eu conviveria normalmente com ela!apenas deveria me dedicar a cuidar dela para dar vida longa a minha televisão!
    Mesmo fato relacionado ao cão imagina eu comprando um cão que eu investi 5000 nele e descubro que por vias de fato, os pais não tem nada aparente, somente a depressão pósparto natural na fêmea, pelo fator gerado com relação aos filhotes e até mesmo na gestação e o reprodutor é considerado sério etc, pois queria um exemplar da raça e escolhi ele, ai pela metade da vida da minha cadela perto do cio ou ate mesmo no início eu descubro que ela esta apresentando uma falha no pelô, procuro um vet e ele mau informado ou até mesmo sem culpabilidade e descuido ou desconhecimento do fato direciona a probabilidade do fato ocorrente a demodex canis e me informa que ela não tem cura, que necessita de medicações caras, que não resolve nada, que somente a castração é a eficácia do problema, e me direciona ao criador ou o vendedor do animal, eu descontente com esse fato fico negativando as energias, e isso é constatado que somos energia e vivemos dela, sendo assim o animal involuntariamente vai sentindo esses fatores e isso ira consecutivamente afetar a imunidade dele, eu deixarei de dar atenção alimentação e carinho amor, pelo fato do vet ter me informado que não tem cura, e que eu devo procurar meus direitos!O animal sofre e só piora eu resolvo procurar o criador e constato que ele não tem nenhum problema do gênero no canil etc!Mas mesmo assim eu fico com a vibratibilidade baixa deixando o animal com a imunidade baixa gerando mais estresse pelo fato de que me arrependi do investimento, que foi muito gasto, que o vet disse que eu gastarei a vida toda etc e ela sofrendo, não pelo fato do criador ou pelo fato da mãe ter passado o acaro que é uma inverdade, pois é natural e foi constatado que o canil não tinha nada relacionado a demodex e sim reações pós parto etc, pois e ate mesmo se tivesse!O caso, no fato é que pelo meu arrependimento e ideologia, de que eu não sabia e que esse problema não pesquisado dentro das características da raça e do objetivo genereralizando os fatos com relação as escolhas de pré concepção de vida ou determinações de vida, assim como as aquisições na vida ,seja ela animal material ou etc, e por esse fato construir a negatividade em torno do acontecido, ao invés de perceber que eu seria a solução do problema, depositando amor, afeto, carinho e cuidados ao invés de lamentar o investimento feito pois a culpa não é da fêmea do criador ou do cão e sim da imunidade dele, assim com ambiente que ele vive e a vida saudável que ele leva com seu dono!Pois não é somente ter um cão por vários motivos e não ter responsabilidades e dedicações para ele e mesmo em ambientes saudáveis e eles sendo bem cuidados os cães são um imã de energias, já que eles não falam, eles sentem então diversos fatores desencadeiam essas pré disposições alérgicas, assim como outras psico patologias, pois eles são suscetíveis a analisar tudo a sua volta e sentir tudo, assim estando sujeito a ter as variáveis em problemáticas!Assim como o ser humano!
    Um erro sem coerência e informação em relação a base de dados informativos para um formado, doutorado e mestrado, na área da medicina veterinária, (respeito muito os veterinários), mas esse fator é uma inverdade, relacionar os fatos de culpabilidade a fêmea, no caso mãe dos filhotes, como muitos veterinários fazem que é culpar a matriz ou o criador!Sendo o acaro um habitante das peles animais e humanas, esse erro de acusar e diagnosticar a causa sendo culpa da mãe dos filhotes é uma inverdade, pois o animal assim como o ser humano esta imune de parasitas, bactérias, fungos, vírus, etc, somente quando esta no ventre da sua mãe e na placenta, e mesmo assim corre algum risco de contagio, somente em caso viróticos, genéticos e hereditários,, portanto a questão de que a mãe é a portadora e ela é a causa e a infestante é mito e inverdade pois a demodex não passa via sangue!Mas sim a demodex sarcoptic ou em contágios subseqüentes de algum outro fator não relacionado ao demodex canis!Nesse caso a demodex canis é a causa alérgica mais branda depois de dermatite alérgica, que também é um outro fator imuno depressivo dermatológico!Pois saindo da placenta e indo para o mundo natural externo, o animal e o ser humano esta sujeito a predisposição desses fatores de contagio, sendo assim a causa não é passada pela mãe e sim um fator imuno depressor, pelo mesmo motivo é fato que muitas cadelas tem sarna demodécica e muitos dos filhotes não desencadeiam em nenhum dia de sua vida a fase alérgica!Pois tão somente é a pessoa que não obtém essas informações que poderia cientificar-se de tais informações e constatar a quantidade de animais e humanos como dito anteriormente, que tem esses parasitas e bactérias viróticas, etc e não desencadeiam tais fatores clínicos e no caso do cão não passa pros filhotes pelo simples fato desses casos serem naturais e coexistirem sem mesmo ter que ter o hospedeiro!.
    Atentem-se a tudo em volta do seu cão, informe-se antes de adquirir um cão analise, seus prós e contras de ter um animal da raça que a pessoa goste pela estética, estudem, falem com criadores, entendidos no meio cinófilo, questionem, perguntem sempre antes de levar um amigo, um ser para sua residência, pois ele ira trocar o ambiente. sofrera estresse, etc; todos os fatores antes de tudo devem ser analisados e condicionado a essa nova vida, no meio de cada proprietário de animal!
    Respeite o veterinário, mas nunca deixe de questionar, pois o bom aprendiz é um bom profissional e sendo ele um profissional, ele esta sempre em fase de reciclagem, e portanto a questão e a pergunta fazem parte do cotidiano deles, assim como em qualquer área, sempre faça toda e qualquer pergunta e questionamento, pois o bom profissional por mais tarefas que ele tenha, por mais estressado que ele esteja, ele esta naquela profissão para aprender e assim como exercer sua função, já se ele negar qualquer tipo de questionamento e informação reveja seus conceitos de entendimento, seu estar e saber é direito e a sabedoria do ouvir e falar faz parte da evolução do ser humano!

    Pesquise antes de conceber seus atos, reveja seus conceitos, refaça a sua pesquisa, pense antes de adquirir qualquer coisa, avalie todas as coisas antes de comprometer o seu querer, analise tudo e seja consciente, de que nada é pra sempre, mas o pra sempre é o momento e o momento sendo o presente, o pra sempre esta sempre presente!
    Desculpe-me por qualquer fato mas a realidade me sustem e o fato em questão tem a realidade do que é verdade, nem tudo parece ser o que é!
    A demodex não é uma doença e sim uma imuno depressão pelas respostas exageradas do sistema imunológico a uma substancia estranha no organismos, nessa relação estão as “toxinas escretoras do demodex canis” oriundos dos folículos pilosos, para a epiderme, e conseqüentemente resultando na alergia.
    Obrigado pela atenção!

    • Em nome do Bullblog agradeço a tua importante colaboração sobre um tema que na maioria das vezes é tão mal compreendido, levando sofrimento a cães e seus donos. É disso que todos precisamos, informação.

    • Sou criadora de bulldog francês há muitos anos, até hoje nunca tive um caso de demodécida na minha criação, mas confesso que vivo sempre apavorada com a possibilidade. Quando vendo um filhote e recebo um email dizendo que o filhote está com coceira, que o pelo caiu, que está soltando uma caspa…. estremeço. Não tenho nenhuma matriz e nenhum padreador com essa baixa imunidade, mas depois de tudo que li e aprendi ao longo do tempo, sei que não estou livre e que esse fantasma pode a qualquer instante me assombrar. .
      Quando leio depoimentos de pessoas revoltadas, querendo a todo custo processar criadores, fico estarrecida.
      E pior quando escuto e leio depoimento de veterinários, sempre acusando a fêmea como sendo ela a única culpada pela doença e os criadores então …uns irresponsáveis, uns malditos que por dinheiro deixaram uma fêmea doente cruzar e ter filhos.
      A palavra castração sai da boca de todos sem ao menos vacilar.
      Conheço pessoalmente criadores super idôneos, que tiveram filhotes com sarna demodécica na terceira cria da cadela, ou seja uma cadela deu cria por duas vezes e nada aconteceu, e na terceira vez o problema aconteceu, e cruzou com o mesmo macho.
      Li o seu depoimento várias vezes, admirável…
      Nunca li nada igual… tão profundo e denso.
      O sr. conseguiu colocar no papel, com exatidão, tudo aquilo que eu penso sobre essa doença.
      Não se sabe até hoje porque existem filhotes que nascem com essa baixa imunidade, e ai é que está o X da questão.
      O demodex não é a causa, a causa é a baixa imunidade.
      Mas a maioria só consegue ver o efeito… que é a proliferação do demodex.
      Parabéns, o senhor disse absolutamente tudo sobre o assunto.

  64. minha cachorra tem essa sarna o tratamento segundo
    os veterinarios e aplicar o advocat no dorso do animal e para o banho usar o xampu micodine esse xampu fo
    i muito bom em caso de infeccoes na pele como bolhas de pus com febre usar antibioticos. para a vicky
    foi recitado doxiciclina ,obs:o que deixou ela pior foi a vacina que os filhotes tomam ela abaixa ainda mais a resistencia do animal

  65. Bom li varios depoimentos e assim como vocês a minha briga é interminável contra a sarna demodécica, depois de dois anos e ter passado por todos os veterinários da minha cidade gasto muito dinheiro, noites pesquisando muitos produtos agora parece que a minha Cocker Jully está melhorando a Jully teve sarna no rabo e nas patas, como ela se coça demais acaba adquirindo outros tipos de infecção então passei a dar Flotril comprimido, a dose é conforme o peso do animal e Azium para problemas de pele mas muito cuidade esse remédio não pode ser administrado por mais de 10 dias pois é corticóide e ataca o coração e o rim, assim eliminei as coeiras e o mal cheiro, tosei o animal pra se mais fácil a limpeza da pele e a eliminação dos acaros. banho pelo menos 1 vez por semana com sabonete Tiuran que é próprio para sarna demodécica coleira Preventic trocar uma vez por mês e Advocate uma vez por mês para eliminar o ácaro. Não esquecer de castrar a femea pois toda vez que ela entrar no cio a doença vem com força total a recaida é pior, e nunca de banho com Amitraz com a pele ferida é intoxicação na certa quase perdi o meu bebê, espero ter ajudado, força lá galera!!!

  66. Li todos depoimentos pois tbm sofro muito pq minha bulldog inglês , ela vai fazer dois anos em fevereiro ,comprei ela com quatro meses em Porto alegre RS , logo que cheguei em casa vi que ela tinha uma pequena ferida no pescoço mas na hora axei q fosse um dos irmaos dela q tinha machucado ela não ,demorou um mês para eu e minha noiva ver q ela não estava bem ,caia muito pelo ,em volta nos olhos Caio pelo e ficou vermelho as patas ficarão com feridas e o corpo tbm muitas feridas como todos vcs gastamos um dinheirão com veterinarios e muitos remédios então recorri ao canil cobrando esclarecimentos , o dono do canil foi muito grosso,mal educado me disse que nunca tinha acontecido isso no canil dele e blá blá blá chegou ate a me perguntar se eu não tinha trocado ela no pet shop quando fui da banho nela , aí então vi q não tinha jeito de ele admitir ou pelo menos me ajudar trata-lá ,como minha noiva e advogada resolvemos ameaçar a colocar ele na justiça , aí então ele me respondeu ate então ele não atendia meus telefonemas aí resolveu me ligar me fazendo a seguinte proposta que me devolveria o dinheiro que eu tinha pago por ela aí então eu aceitei e aí então resolvemos castrar ela pq td vez q vinha o cio nos ficávamos com aquele medo que a sarna voltasse enfim o unico remedio que deu resultado foi o ivomec via oral fizemos o tratamento esta única vez ela tinha cinco meses , em fevereiro ela faz dois anos e nunca mais foi presciso trata-lá!

  67. Dra. Viviane.

    Foi preescrito para meu cachorro vira lata Advocate.
    Gostaria de saber se o shampoo de clorexidina corta o efeito do advocate?

  68. Boa noite
    A mais ou menos 3 meses, fiquei sabendo do caso de um Bulldog Inglês, o Maradona, que estava meio “abandonado” num canil por causa de um problema de pele e por ser estéril. O mesmo possui pedigree e tudo, mas como estava com este problema de pele, foi abandonado. Pois bem, adotei o animal, levei pra casa e desde então, minha esposa e eu, estamos lutando contra esta doença. Ele não se encontra no mesmo estágio que a cachorrinha das fotos, mas esta num estágio avançado, com muitas recaídas…. Ele está tomando antibióticos em forma de injeções, também estou dando banhos com sampoo’s prescritos pela veterinária… Mas não estamos alcançando sucesso…. Será que alguém pode me dar algumas dicas???? Obrigado

    • ola estamos com esse problema tb, mas estamos com um veterinario que está acertando. fica um cheiro horrivel mesmo e pior dar mais banho. Ela toma umas injeçoes que nao sao caras, banho so com protex e um bom sol. entre em contato que passo o fone do veterinario

  69. Olha francisco…consegui recuperar meu mastin,com Cidectyn ,1 ml por semana,(4 semanas) cefaleixina de 12 em 12 hs,e banhos com amitraz…também sabonete Benzoin…esse seca na hora,um efeito rápido…e manter a imunidade dele em alta….esses medicamentos ,ele teve uma cura muito boa..mas não pode ficar deprimido e doente,que voltra tudo,por isso
    Gostaria que me enviasse os nomes dos antibióticos injetaveis…tudo ajuda a combater…um abraço e obrigado.

  70. oii alguem pode me ajudar?
    tenho um xou xou de 2 anos e esta com manchas pretas e caindo o pelo,reparei q as orelhas parecem estar com sarna,ele se coça mto,eu acho que esta com a sarna negra e nao sei o q fazer
    se alguem puder me ajudar fico agradecida

  71. olá.
    minha cadela tem uma ferida, com umas bolinhas e pus no pescoço. ela é uma pintter e esta gravida, eu gostaria de saber se isso é sarna ou alergia, o que pode ser?? gostaria muito de saber pq tenho medo ke seja algo grave.. aguardo resposta.. desde jah agradeço!

  72. Oi, tenho uma york que está com 5 anos e meio e tem sarna demodecica, que se manifesta qdo baixa a umunidade dela. Há dois mêses ela deu cria e agora voltou a sarna. Realmente não tem cura, qdo ELA ERA PEQUENA TEVE BEM AVANÇADA A DOENÇA E DEPOIS DE IR EM VÁRIOS VETERINARO e DIVERSos tratamentos, um veterinário indicou banho com amitraz diluido em água e juntamente ela tomava um antitóxico, pois o amitraz é fortíssimo, tem que usar luvas e descartar todo o material utilizado, o tratamento durou 7 dias. Depois disso qdo percebo que a doença dá sinais de que vai voltar, como agora com a baixa de umunidade por causa de gravidez, depois de tirar os filhotes, utilizo uma coleira do laboratório VIRBAC a base de amitraz que FUNCIONA. Consulte o seu veterinário para ver as doses recomendadas. Boa sorte!

  73. Olá!!!Só queria saber uma coisinha.Comprei um cachorro da raça yorkshire. Depois de alguns meses ele começou a apresentar uns probleminhas de pele.À partir daí comecei gastar muito com ele, entre shampoos, pomadas,remédios e veterinário.Por último eu pedí que fizessem a raspagem, e foi diagnosticado sarna negra.No pet aonde comprei eles podem vender cães já doentes?Agora vou ter que castrar o meu cachorrinho.Quando eu comprei com pedigre a minha intenção em seguida era de comprar um outro para cruzar e dar filhotes e agora não posso.Amo o Lippy , ele já faz parte da família,graças a Deus ele agora está bem.,mas sofreu muito o bichinho.Será que a pet no shopping onde eu comprei o lippy não sabia desse problema?Ou não há como saber?Ou se faz de má fé?Porque quando se faz o cruzamento temos saber se os cães são sadios para dar filhotes sadios, né?Já que a sarna negra ela é diagnosticada porque eles não fizeram isso na mãe ou no pai do lippy.Agora quando comprar outro cachorro vou tomar mais cuidado,mas mesmo assim eles podem enganar a gente.Obrigada!!!Abraços para todos!!!

  74. Tenho uma buldoguinha inglesa de 8 meses mas ja estou lutando junto com ela para tratá-la de uma dermatite. As vezes aparecem bolihas no seu dorso e ela fica coçando muito, então aparece uma casquinha que quando cai fica um buraco no pelo pois eles cairam junto com a casquinha. Consultei um dermatologista veterinário e ela me disse para passar bactroban nas bolinhas e assim eu fiz. Mas o que eu poderia fazer para melhorar o caso dela, pois não sabemos o que ocasiona isto nela, sera que a doutora viviane poderia me ajudar a esclarecer se esta dermatite é genética ou não??? e se isto vai passar ou não????

  75. tenho 4 pugs e todos começaram com uma coceira incrível.usei vários remedios receitados por veterinário e nada de melhora.gastei muito sem nenhum resultado, até que um dia resolvi perguntar a um amigo farmaceutico se ele poderia me ajudar, foi a minha sorte.com 2 comprimidos de fluconazol para cada um no espaço de uma semana resolvi o problema dos 4.estão todos lindos e com o pelo maravilhoso.

  76. oiii… estou querendo adotar uma fêmea filhote de 60 dias que está com a sarna demodecica, e gostaria de saber se é facil o tratamento ou é de gostos muito altos e também gostaria de saber se quando chegar na face adulta e estiver curada ela podera cruzar e ter filhote e se os filhotes também terão a doença, aguardo a resposta, e obrigada desde já.

    ass: albertina

  77. Olá, tenhu um cachorrinho chamado PINK mistura de pinchie c/ outra raça pequena, ele é meio gordinho e peludinho, de uns tempos pra cá ele está apresentando uma coceira intensa na região das costas, começa descamando, tipo caspa, ranca o pelinho e fica irritado, agora também esta afetando as patinha dianteras dele, ele fica tipo mordendo elas, há uns 5 meses àtras, levei-o ao veterinario, foi feito exames de raspagem do pêlo, sangue mas nada foi constatado, deu negativo para sarna e dermatites, a veterinaria passou alguns medicamentos (Dectomax 1% 4 aplicações a cada 7 dias p/ 30 dias, Dicural 1comp p/10 dias, Azium 1/2 dia sim e dia não p/ 10 dias) que nada adiantaram, passou tbm para dar banho (Amitraz 1 banho a cada 7 dias p/ 60 dias) esse medicamento só fez foi intoxicar o coitadim e afetar os rins dele, agora ele continua do mesmo geito e ja não sei o que fazer mais.Por favor me dêem um luz pois o coitadim fica se coçando o tempo todo. Obrigado caso respondam ao meu comentário.

  78. Olá .. Tenho um cachorro de mais ou menos 4 anos e ele está com sarna ,tentei vários remédios ,mais não adiantou nada . Você sabe de algum remédio caseiro ou outro que acabe ela ?

  79. Bom dia,tenho um lindo pastor alemão,que foi diagosticado agora com sarna demodecica que esta agora com 1 ano e 5 meses,eu o amo muito e é claro que tudo que puder farei para que ele tenha a melhor qualidade de vida. O QUE ME PERGUNTO É,COMO UM CANIL QUE VIVE DE VENDA DE FILHOTES PODE DEIXAR QUE CÃES QUE TENHAM A DOENÇA PROCRIEM, ELES DEVEM SIM SER RESPONSABILIZADOS POR SEUS ATOS. Tirando minha revolta meu cão esta ficando bom, eis o tratamento dele: mextimax 12 mg 2 comp. a cada 24 hs por 30dias, Allerdog plus 2 comp. a cada 12 hs por 15 dias,banhos semanais com peroxydex por 10 min, mais outro em seguida por 10 min com hexadena, alem da vermifucação com milbemax com 2 comp. emdose unica e repetirdepois de 15 dias…espero que ajude vcs tb… Lucia.

  80. Boa noite…..Eu tenho uma shit-zu ela tem 2 anos e 3 meses, desde 8 meses ela apresentou essa doença……eu já gastei oque não tinha com ela….eu fiz um tratamento com Mectimax durante 3 meses, e ela tá bem melhor faz 2 meses que não aparece essa sarna negra……E oque fazer com a criadora, vendendo os cachorros deste jeito….

  81. Boa Noite!

    …….pessoal, li todos os depoimentos, estou ao mesmo tempo q confusa, aliviada…………..acabei de ler o do Giovanni, ele diz q tratou c/ IVOMEC via oral.
    Então vamos lá!, como todos e muitos, tbm tenho uma Golden q hj tem 5 meses (fará depois de amanhã, dia 17), qdo a ganhei (45 dias), percebi q havia umas bolhinhas de pús na barriga e no centro da cabeça uma risca cor de rosa, tudo bem, até achei normal, pois bebe é sapeca mesmo…………….minha Malú era a coisinha mais Linda, sapeca e detondora, mas, ainda sim, a minha grande paixão, só q não demorou muito meu sonho virou pesadelo, fiquei em pânico qdo vi minha princesinha sofrendo e feinha……………a vet. dizia q era alergia, e dá-lhe remédios, injeções e tudo mais, enfim………….+ um erro. Só qdo eu questionei foi q ela percebeu q era sarna, ou melhor, q poderia ser sarna……….resumindo: a Malú c/ apenas 5 meses, já tomou trocentas injeções, milhões de remédios e continua se coçando, feinha c/ mau cheiro e o pior, sem nem nunca ter podido passear nas ruas, praias…………….enfim, nós viramos prisioneiras da Sarna Negra. Hj comecei um novo tratamento e se Deus quizer a Malú vai voltar a ser aquela menininha alegre e linda……..caso esse novo tratamento ñ dê certo, usarei o Ivomec visa oral como sugeriu o Giovanni, espero ñ precisar, mas, caso precise, continuarei tentando até ver minha Maluketinha curada.
    Grata!
    Cema Figueiredo

  82. Oiii.. Tenho uma cadelinha de 4 meses, ela está com a sarna negra,
    já levei no veterinario, apliquei o advocat nela e estou usando o shampoo indicado pet dermyl e ela está descamando toda, esta cheia de feridas e caindo muito pelo, a veterinaria disse que é normal da sarna.. Estou muito preocupada, com a demora da melhora, felizmente ela se alimenta bem… Quanto tempo p/ curar a sarna?? tem cura??? Oque mais poderia fazer p/ ajudar ela?? se puderes me ajudar, pois não sei mais oque fazer..

  83. OLÁ PESSOAL EU TINHA UM PIT BULL QUE TEVE A SARNA NEGRA!PASSEI NELE O AMIPUR QUE DILUI NAAGUA E DA BANHO TODA A SEMANA FOI TIRO E QUEDA NUNCA MAIS VOLTOU!!!USEM O AMIPUR QUE VCS VÃO VER QUE É MARAVILHOSO!!!
    BJS E BOA SORTE A TODOS!!!!
    CAMILA

  84. ola meu nome e leda tenho uma vira lata que foi dianosticada com essa doença,a veterinaria passou cefalexina e pasta dágua mais nao esta adiantando nada
    o que eu faço por estou com medo de perder a cachorrinha e isso passa pro outros cachorros por tenho 4 e ficam perto dela e se passa o que dou pra ele pra nao da isso nele bjos e fica com deus aguardo um resposta

  85. Dra. tenho um cachorrinho, um fox paulistinha com 4 meses e ele está com essa terrível doença. A vet passou mactmax 3mg, mas estou temerosa, pois achei a dosegam um pouco baixa, porque ele é um cachorro com 4kg e está tomando de 4 em 4 dias meio comprimido. Não vejo melhora, apesar de estar dando a poucos dias. Ele está se enchendo de feridas, com muita coceira e seus pêlos estão caindo com frequência. Gostaria de saber se a dosagem está correta para o peso dele. Além disso, estou dando banho nele com shampoo a base de clorexidina. Adoro meu cachorrinho e não quero perdê- lo.

    Agradeço os esclarecimentos que venho tendo aqui neste blog.

    Grata,

    Wanessa.

  86. O pó de enxofre
    POMADA OU A ERVA Carobinha
    Sabonete MATACURA o amarelinho

  87. Boa Noite!

    Olá, estou aqui mais uma vez e agora p/ dividir com Vcs a minha alegria de ver a minha Malú linda e saudável. Dia 15 de dezembro de 2011 como havia dito, comecei um novo tratamento c/ CYDECTIN Moxidectina à 1%, ministrei a cada 4 dias 1 ml e meio num total de 5 doses e já na primeira dose percebi a melhora……..o mau cheiro, a caspa, a coceira, a queda excessiva de pelos, não existem mais. Juntamente com uma boa alimentação, banho a cada 4 dias c/ sabonete escabin e muito amor e carinho. Como ela estava bem magrinha, pela manhã dava um mingau de banana nanica c/ aveia e leite em pó, misturado c/ um colher de sobremesa de Cevadilho, e a ração super premiun. Hoje a Malú está c/ 7 meses, já passeia na praia e adora correr na areia, continua detonadora e cheia de querer, mas, ainda sim, um doce e a Paixão da família.
    Agradeço ao BULLBLOG, pois foi aqui q consegui forças, atravez de depoimentos e dicas, nada como a troca de experiências…………Gostaria de dizer, se existe alguem q esteja no começo dessa Batalha, não desista, persista e saiba que tudo nessa Vida passa e que o Amor, vence a tudo.
    Abs,
    Cema Figueiredo

    • tenho Bull terrier a cada 3 dias to dando banho nele
      to usando enxofre diluído na aguá 20 gramas e uns 10 litros de aguá.

  88. mais antes de tudo e recomendado você leva seu pet primeiro em uma veterinário

  89. Tenho uma Bull de 5 meses e desde os 3 apresenta um problema de pele, levei a um veterinário que constatou PIODERMITE, fez o tratamento e não solucionou, estava dando ANTIBIÓTICO e PEDNISONA, agora continua com as pústulas e ainda está perdendo muito pelo e alguns em partes isoladas, não sei mais o que fazer! Pode ser Sarna?

  90. Boa noite a todos.
    Bem, por eu estar aqui, todos devem saber que tenho uma cadelinha com essa maldita doença, uma linda shih tzu chamada Jolie.
    Além dela tenho outras 3 cadelinhas (2 poodles e 1 lhasa apso) e um shih tzu macho (ganhei hoje =D). Mas graças a Deus somente a Jolie tem a sarna demodécica.
    Ela está com 1 ano e 5 meses, e teve a primeira manifestação aos seis meses de idade. Por orientação da veterinária, castramos para que ela não tivesse cio e assim tivesse menos “quedas” em seu sistema imunológico.
    Tratamos com Mect****, prednisona e, por ter feridas infeccionadas (demoramos a descobrir que era a tal da sarna negra), usamos também cefalexina.
    Ela apresentou melhora, mas na primeira recaída eu já havia pesquisado de montão, e achei na net um medicamento injetável que não está no mercado, produzido por um médico imunologista do estado do ES que foi milagroso! É um indutor de imunidade, assim como o Baypamun, da Bayer, que foi descontinuado do mercado, não sei por que razão.
    Enfim, minha filhinha tá atacada de novo, e fiz contato com o tal médico novamente. Ele me informou que houve um aumento no preço do remédio que ele desenvolveu, e eu me espantei com o valor, apesar de estar disposta a pagar quanto for pela saúde da Jolie. Porém o tal médico (um senhor com quase 100 anos de idade) foi extremamente deselegante comigo ao telefone e me mandou ligar na segunda-feira próxima (12/03/2012) e fazer a solicitação à sua secretária para que me envie o produto.
    Desculpem-me o desabafo, mas é que fiquei muito muito muito muuuuuuuuuuuuito chateada mesmo com a maneira que ele falou comigo ao telefone. Acho mesmo que é por isso que eu prefiro ter cães a ter filhos. Meus cães não me tratam mal, não me respondem etc.
    No final das contas, este meu post é pelo seguinte: o Baypamun foi descontinuado do mercado, porém a veterinária (anjinha) que cuida dos meus bebês disse que se eu conseguisse a fórmula do Baypamun, ela faria o receituário para que eu mandasse manipular. Só que parece que essa fórmula é mais secreta que a da Coca Cola, não consigo encontrar de jeito nenhum. Já fiz até contato com a Bayer, mas eles nunca responderam meu e-mail.
    Finalizo com a pergunta: Alguém aí consegue essa fórmula?

    Obrigada pela paciência de quem leu até o final, e em especial a quem conseguir o mapa do tesouro (a fórmula).

    Débora Maia.

    Brasília/DF.

    • Oiii Debora… Infelismente não sei… Tenho uma cadelinha com a mesma sarna, e estou fazendo o tratamento injetavel a quase dois meses de doramectina 1 ml nela, e em 2 semanas de tratamento já estava muito bem, o remedio resolveu, ela está linda novamente.
      vC ja usou?? poderia testar, no caso da minha cadelinha que estava quase morta resolveu 100% ainda estou fazendo o tratamento dela…
      Faço em 4 em 4 dias a aplicação em casa mesmo e levo 1 semana sim e outra não pra veterinaria ver..

      • Aline, obrigada pela resposta.

        Mas pesquisando aqui na net, vi que esse medicamento é indicado para bovinos, suínos e ovinos.
        Mas tudo bem…
        Tô esperando uma resposta da Bayer, fiz contato com eles por e-mail.
        Por enquanto, continuo usando mecti*** (ivermectina) e suplementando a alimentação. Ela come ração super premium (Premier ambientes internos) e um suplemento pra aumentar a imunidade.

        Boa sorte pra nós e nossas cachorrinhas.!

      • é neh… Na minha cadelinha esse ivermectina deu alergia, ela ficou
        toda inchada… fui obrigada a parar, a doramectina tbm li que é p/ bovinos… Mais
        no caso da minha cadela deu certo…
        Tbm mudei a ração uso a KS Filhotes..

        Boa Sorte…

  91. À BAYER®

    Sei que meu pedido é ABSURDO… Mas queria muito poder mandar manipular o Baypamun® para poder salvar minha cachorrinha que está MUITO MAL. E somente com a autorização da Bayer e o fornecimento dos dados necessários para a produção dele em farmácia de manipulação poderia fazê-lo.
    Ainda que a resposta da Bayer à minha solicitação seja um sonoro NÃO, gostaria que me respondessem, e não apenas apagassem esse e-mail, para que eu possa saber se posso contar com a ajuda de vocês, ou se continuo minha busca por algo que salve minha Jolie.
    Obrigada.

  92. Olá, gostaria de sabe no caso do vendendo q vende um filhote q apos 30 dias apresenta problemas de sarna demodex, levarão pra melhor clinica de dermatologista veterinaria da cidade e o laudo foi claro! fizerão 2 exames de fungos e sarna deu sarna! o vendedor dono do canil tem quais obrigações?????????
    desde já agradeço

    • Angelica a doença apresenta dois tipos e por isso também, dois enfoques bem diferentes – aconselho antes de mais nada a
      dar uma lida no post “Sarna demodécica, desmistificando um mito”….

  93. Tenho um bulldog frances macho com sarna demodecia. é recomendado castrar ele ou nao faz diferença?

    obrigado

  94. é so vc lever ao veterinario ele vai te responder e esplicar melhor isso. ;)

  95. nao faz diferença flavio pois se cao esta com sarna e nao é bixo de 7 cabeças……. bjinhos da juh meu fone me liga 34560981

  96. Olá…
    tenho um Bulldog inglês macho que esta com 6 meses…
    e levei ele ao veterinário e foi atestado q ele esta com sarna negra
    liguei para o criador e ele disse que sarna negra só ocorre em fêmeas
    gostaria de saber se isso é verdade
    e se eu consigo fazer com que o criador pague o tratamento

    obrigado!

  97. Tenho uma Chow Chow de 10 meses que teve filhotes recentemente, foi pega no primeiro CIO. Durante a gravidez e amamentação, começaram a cair o pelo. O pelo começou a ficar seco e cair em chumaços. Depois de um tempo areas maiores em forma de circulos e agora o corpo está com várias falhas. Ela tem a pele com pequenas manchas escuras, algumas espinhas (parecido) mas sem pus sem mal cheiro. Foram feitos raspagem no pelo (várias) e deu negativo para SD. Foi atacado com remedio para fungos não resolveu, agora vai ser testado ivermectina. no começo não tinha coceira, mas agora dá dó. É possível ser SD mesmo não acusando no exame de raspagem ? Já ouviu algum caso ? Pelo que pesquisei tem vários casos com feridas…..nela não tem.

  98. O que eu faço para acabar com o mau cheiro?Pois o meu cãozinho não tem feridas mas o cheiro ainda está bem forte!!!!
    Por favor me ajudeeeee!!!

  99. Olá Débora, gostaria que vc me dissesse se teve resposta da BAYER quanto á fórmula do medicamento Baypamun. Depois que lí seu comentário, procurei alguém que tivesse essa fórmula(ou que pudese me ajudar a consegui-la e nada. Eu tenho uma salsichinha, a Mel que está com a demodecica, e a está difícil, pois além do sofrimento do animal e nosso aqui em casa, é um tratamento caro. Por isso gostaria caso vc tenha conseguido esse contato e pudesse passa-lo para mim ficaria muito agradecida, pois também quero manipular e fazer mais essa tentativa. Desde já agradeço.

  100. Eu tenho uma bulldog de aproximadamente 2 anos e ela sempre tem umas feridas que são bem parecidas com esses sintomas ditos sobre essa sarna, já levei em veterinário e não descobrem o que ela tem , dizem que é uma dermatite, mais ela cura e logo volta novamente em outras partes do corpo, ela se coça muito que feri mais ainda. Creio que deve ser alguma doença de dentro pra fora já não sei mais o que faço pois não tenho condições financeiras para esta sempre em veterinário. =/

  101. Olá peguei uma cadela de rua aproximadamente há uns cinco anos atras. Ela nunca tinha apresentado nada, era muito saudável, porém de um ano e meio mais ou menos prá cá ela vem apresentando uma coceira terrível pelo corpo que não cessa jamais, já dei vários banhos com shampoos indicados por vets, sabonetes e muitos remédios e nada. A última tentativa agora foi me indicado dar Ivermectina uma vez por semana, já faz bem mais de 01 mês que estou dando e até agora não vi resultado nenhum. As fezes dela mesmo com uma boa ração tem um odor semelhante ao de carniça, em volta dos olhos estão caindo os pelos e também ramelam muito. Alguém sabe o que pode ser, já gastei muito com a saúde dela e ainda assim não consegui encontrar uma forma de acabar com este sofrimento que ela tem, alguém me ajude por favor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 240 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: